A PESQUISA-INTERVENÇÃO COMO FORMA DE INSERÇÃO SOCIAL EM CONTEXTOS DE DESIGUALDADE: ARTE E IMAGINAÇÃO NA ESCOLA

  • Vera Lucia Trevisan de Souza
Palavras-chave: pesquisa-intervenção, desigualdade, educação escolar, desenvolvimento humano, arte

Resumo

O presente artigo, de natureza teórico-reflexiva, tem como proposta refletir sobre a inserção social da pós-graduação em psicologia em contextos de desigualdade. Seu objetivo é partilhar conhecimento e refletir sobre os contextos de desigualdade em que vivem muitos brasileiros, sobretudo aqueles das periferias de grandes cidades, e seu impacto no desenvolvimento dos sujeitos. Defende-se a educação escolarizada como promotora do desenvolvimento das funções psicológicas superiores e, logo, da imaginação e do desenvolvimento humano, como possibilidade de superação das condições materiais de vida de adolescentes em situação precária de vida.  O texto se encerra com a apresentação de uma experiência desenvolvida com adolescentes pela via da arte, que mobilizou a expressão dos afetos e a reflexão, investiu-se nas significações construídas nos espaços intersubjetivos, em que concorrem os processos imaginativos e afetivos, favorecendo a potência de ação e a produção de novos horizontes.

Palavras-chave: pesquisa-intervenção; desigualdade; educação escolar; desenvolvimento humano; arte

Publicado
20-05-2020
Seção
Dossiê Psicologia Sócio-histórica