VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS EM DEBATE: REFLEXÕES DOCENTES EM UM CONTEXTO ULTRACONSERVADOR

  • Amana Rocha de Mattos
  • Thamara Santos Guilherme
  • Isabela Jessula Delgado
  • Julia Leite Cavalcante
  • Leonardo Aprígio de Almeida
Palavras-chave: escola, violência, gênero e sexualidade, metodologias de ensino

Resumo

Este trabalho discute estratégias e metodologias criadas e reinventadas por professores/as para trabalhar com suas turmas questões relacionadas a violência, desigualdades sociais e preconceito, pensando suas inserções no ambiente escolar. No atual contexto político, que tem fortalecido perspectivas ultraconservadoras e dificultado os debates sobre diversidades nas escolas através da promoção do pânico moral na sociedade, as e os professores pesquisados sinalizam a necessidade de reflexão sobre esses temas em sala de aula, uma vez que estes já estão presentes nas relações escolares. A partir da realização de entrevistas com professores/as de um colégio da rede pública em XXXX, buscamos compreender a reinvenção das estratégias docentes para o trabalho com tais temas, de maneira a promover debates entre estudantes em um contexto de crescente vigilância social e familiar sobre as práticas escolares.

Palavras-chave: Escola; Violência; Gênero e Sexualidade; Metodologias de Ensino.

Publicado
20-05-2020
Seção
Dossiê Psicologia Sócio-histórica