“PROTEÇÃO E SEGURANÇA PARA A POPULAÇÃO, MAS NÃO AO TODO”: SENTIDOS E SIGNIFICADOS DA POLÍCIA MILITAR E SUAS ATRIBUIÇÕES PARA ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

  • Divino de Jesus da Silva Rodrigues
  • Ana Paula Soares da Silva
Palavras-chave: violência policial, psicologia sócio-histórica, universitários de psicologia, sentidos e significados

Resumo

A pesquisa objetivou apreender os sentidos e significados de estudantes universitários de Psicologia acerca da Polícia Militar e suas atribuições na sociedade. Alicerçou-se nos arcabouços teóricos da Psicologia Sócio-Histórica e no método do materialismo histórico dialético. A coleta foi realizada com dez universitários, entre 18 e 29 anos, do curso de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, por meio de entrevista semiestruturada. A sistematização e a análise ocorreram foram guiadas pela metodologia dos núcleos de significação. Os resultados apontam que os sentidos e significados que atribuem a Polícia Militar entrelaçam-se com as atividades que desempenham na sociedade. Assim, por um lado, apontam que a corporação tem como função trazer proteção e segurança para a população, mas, por outro lado, é significada como uma força autoritária, violenta, repressora e coercitiva, mantendo ações diferenciadas de acordo com os interesses do Estado e de classes sociais.

Palavras-chave: violência policial; psicologia sócio-histórica; universitários de Psicologia; sentidos e significados.

Publicado
20-05-2020
Seção
Dossiê Psicologia Sócio-histórica