POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITOS HUMANOS POR IDOSOS EM SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA

  • Fátima Fernandes Catão
  • Kátia Karolina Rodrigues Rocha
Palavras-chave: idosos, direitos humanos, políticas públicas, desigualdade social, psicologia sócio-histórica

Resumo

No contexto de desiguladade que se objetiva no cotidiano vivido no Brasil,  tem-se por objetivo neste estudo refletir sobre os significados dos direitos humanos e políticas públicas, elaborados por idosos que vivenciam essa realidade.  Participaram desse estudo 31 idosos entre 65 a 89 anos de idade, em atendimento nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos – SCFVI. Foram aplicados questionários sociodemográficos e entrevistas semiestruturadas.  Utilizou-se análise de conteúdo temática à luz do referencial da psicologia sócio-histórica. Os significados de direitos humanos e politicas públicas configuraram-se entre  “A responsabilidade é do governo e dos representantes” com 34,3% das falas, “Ausência de direitos que alcancem a todos” com 31,9% e “Conhecimento/desconhecimento de políticas públicas” com 33,8%. Concluiu-se que os idosos elaboram significados objetivados na necessidade de um olhar mais implicado da sociedade e das instituições para com o idoso, a humanização do vivido e o empoderamento na velhice.

Palavras-chave: idosos, direitos humanos, políticas públicas, desigualdade psicossocial, psicologia sócio-histórica

Publicado
20-05-2020
Seção
Dossiê Psicologia Sócio-histórica