EDUCADOR SUFICIENTEMENTE BOM: UMA RELEITURA WINNICOTTIANA DOS INDICADORES DO IRDI

  • Mariana Farias Puccinelli PUC Campinas
  • Milena da Rosa Silva
Palavras-chave: IRDI, Metodologia IRDI, Creches, Educação infantil, Teoria do amadurecimento de Winnicott

Resumo

Este artigo aborda o conceito de educador suficientemente bom. Tal
construção teórica parte da releitura winnicottiana dos indicadores
da metodologia IRDI (Indicadores de Risco para o Desenvolvimento
Infantil). Assim, buscar-se-á compreender de que maneiras os educadores
dos berçários e maternais auxiliam a dar andamento aos processos do
amadurecimento dos bebês dos quais cuidam, utilizando-se, para isso,
da teoria do amadurecimento proposta pelo psicanalista inglês D. W.
Winnicott. Compreende-se que os profissionais das creches contribuem de
forma importante para a constituição psíquica dos bebês, pois proporcionam
continuidade aos principais processos desta: integração, personalização e
capacidade para relacionamentos. Nesse sentido, esses educadores, quando
atuando de maneira suficientemente boa, proporcionam continuidade e
suplência ao papel do cuidador primordial, na maioria das vezes, exercido
pela figura materna. Considerando o potencial constitutivo do fazer dos
educadores de berçários e maternais, evidencia-se a necessidade e a relevância
de propostas de formação especializadas para esses profissionais.

Palavras-chave: Parto; doula; provisão ambiental (Winnicott); internet.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
22-10-2021
Seção
Artigos / Articles / Artículos