O DESEJO DA MÃE A PARTIR DO DIAGNÓSTICO DE AUTISMO

  • Lucimar Brandão de Oliveira PUC Minas
Palavras-chave: Autismo. Mãe. Desejo. Psicanálise.

Resumo

Este artigo busca compreender como o autismo interpela a mãe no exercício da maternidade, podendo incidir diretamente sobre o seu desejo e fragilizando a relação mãe e filho. Embora o número de casos de autismo continue aumentando desde sua descoberta, ele ainda se constitui um enigma, mesmo no campo da ciência, o que favorece a angústia materna. Assim, na tentativa de elucidar as questões envolvidas no tema, faz-se importante traçar um breve histórico sobre o autismo e a maternidade, para além dos ideais ou padrões culturalmente estabelecidos. O texto ainda apresenta o olhar da psicanálise no que se refere ao desejo da mulher sobre a experiência da maternidade e sobre as soluções inventadas como forma de tratar o mal-estar resultante da relação maternal com o autismo.

Biografia do Autor

Lucimar Brandão de Oliveira, PUC Minas

Especialista em Abordagem Psicanalítica do Autismo e Suas Conexões (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas, Instituto de Educação Continuada – IEC), psicóloga.

Publicado
29-09-2020
Seção
Dossiê Autismo e Psicanálise