Aspectos gerais da inibição na obra de D. W. Winnicott

  • Bruna Praxedes Yamamoto
  • Leopoldo Pereira Fulgencio Junior
Palavras-chave: Inibição, Angústia, Defesa, Saúde, Patologia

Resumo

Este artigo tem como objetivo explicitar a gênese e os efeitos da inibição no desenvolvimento do indivíduo, do ponto de vista da obra de Winnicott. Para tanto, foi realizado um estudo teórico, com uma análise conceitual e estrutural da obra do autor, buscando mostrar como ele compreendeu a inibição. Neste estudo, foi possível distinguir diversos tipos de inibição, tais como dos instintos, da agressividade, do brincar, entre outros. Nas considerações finais, salientamos que as fases mais primitivas do desenvolvimento emocional são as mais suscetíveis ao uso da inibição como um mecanismo de defesa contra a angústia, logo a provisão ambiental tem uma importância decisiva. É importante ressaltar que, no entanto, nem sempre a inibição resulta numa patologia, uma vez que Winnicott acredita que somente uma criança saudável é capaz de organizar defesas, inclusive a própria inibição, para lidar pontualmente com os seus medos de ser e estar no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
12-12-2017