A impossibilidade no exercício da paternidade: algumas reflexões

  • Sabrina Daiana Cúnico Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Dorian Mônica Arpini Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Juliana Cantele Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: Relações familiares, Ausência paterna, Paternidade

Resumo

A fim de conhecer quais as possíveis razões que alguns pais possuem para abdicar do exercício da paternidade ao final da relação conjugal, realizou-se uma pesquisa qualitativa, da qual este artigo é um recorte. Integraram este estudo cinco pais que, anteriormente à pesquisa, participaram da mediação familiar em um Núcleo de Assistência Judiciária e que ao longo dos atendimentos com a Psicologia demonstraram possuir pouco ou nenhum contato com os filhos. A pesquisa foi realizada através da técnica de entrevistas semiestruturadas de questões abertas e os dados analisados através da análise de conteúdo. Os relatos destes pais indicam que, embora todos eles tenham assumido a paternidade biológica, há certa dificuldade no estabelecimento de uma relação de proximidade com os filhos. Infere-se, portanto, que estes pais não exercem de fato a paternidade e que isto se dê devido a uma impossibilidade em se posicionar afetivamente frente a estas crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Daiana Cúnico, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Psicóloga, mestranda em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).
Dorian Mônica Arpini, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Graduação em Psicologia pela Universidade de Passo Fundo (1986), mestrado em Educação Brasileira pela Universidade Federal de Santa Maria (1995) e doutorado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Santa Maria.
Juliana Cantele, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Psicóloga, Mestranda do Programa de Pós Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Publicado
10-03-2014
Seção
Artigos / Articles / Artículos