PUC na Escola: relato de experiência de uma intervenção com adolescentes em uma escola do “Aglomerado da Serra”

Taruany Melo Nogueira, Isabelle Salomão Teixeira Silva, Izabella Moreira Fulgêncio, Larissa Daher Michel, Sílvio César Zeppone

Resumo


A criação de diálogo entre profissionais, estudantes do campo de saúde e jovens, por meio de projetos de intervenção, permite o estabelecimento de um canal de comunicação que aborde temas que dificilmente seriam debatidos em instituições, para além do grupo de pares (FERRARI, 2003). Os projetos de extensão que abordam adolescência e sexualidade colaboram para a prevenção de gravidezes indesejadas, de infecções sexualmente transmissíveis, de envolvimento com drogas, de violência e de abandono escolar. Destaca-se, ainda, que se torna mais importante o debate desses assuntos em escolas que não possuem abertura para tal discussão, haja vista que a adolescência é um período de maior vulnerabilidade decorrente das descobertas e experimentações comuns da fase (SOUZA, 2013).  Diante do exposto, a equipe se questionou  qual o impacto de uma abordagem pontual sobre adolescência e sexualidade em um grupo de jovens. Para isso, traçam-se os objetivos de contribuir para a formação pessoal dos estudantes, discutir de forma clara e concisa sobre o período da adolescência e sobre a sexualidade e fomentar a formação acadêmica do estudante de Medicina por meio da disseminação de informações sobre prevenção e promoção de saúde.


Palavras-chave


Educação em Saúde. Sexualidade. Adolescente.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, M. R. A. B. ; MELO M. C. B. Educação e campanhas em saúde: informar, conscientizar ou mudar comportamentos? Comunicon, São Paulo, 2012.

COUTO, V. B. M. et al. “Além da Mama”: o Cenário do Outubro Rosa no Aprendizado da Formação Médica. Rev Brasileira de Educação Médica, Ilhéus, v. 41, n. 1, p. 30-37, 2017.

FERRARI, Jeolás LS RA. Oficinas de prevenção em um serviço de saúde para adolescentes: espaço de reflexão e de conhecimento compartilhado. Ciência & Saúde Coletiva. 2003;8:611-20.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de Pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

SOUZA, Martins CB SP. Adolescente e Sexualidade: as possibilidades de um projeto de extensão na busca de uma adolescência saudável. Avances en Enfermería. 2013 Jan 1;31(1):170-6.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.