Considerações sobre a revisão de textos jornalísticos traduzidos

Flavio Henrique Silva Martins Lage

Resumo


Este artigo discorre sobre a importância da revisão de textos jornalísticos traduzidos. Inicialmente, fez-se referência aos conceitos de revisão de texto, gênero textual, tipo textual e domínio discursivo para delimitar a modalidade de revisão de texto e os gêneros textuais que constituem o objeto deste trabalho. Posteriormente, procedeu-se a um breve comentário acerca dos seguintes pressupostos teóricos: primeiro, textos jornalísticos teriam características específicas que influenciam sua revisão; segundo, existiria um método de tradução mais apropriado para se traduzir notícias; terceiro, haveria a necessidade de os textos traduzidos passarem por um processo de revisão a título de controle de qualidade, o que seria motivado pelo próprio processo de tradução. Com fundamento nessa discussão teórica inicial, efetuou-se uma análise comparativa entre excertos de quatro de matérias jornalísticas, escritas originalmente em inglês, e suas traduções para o português. Foram três os objetivos dessa análise: identificar exemplos de inadequações linguísticas em relação à situação comunicativa; identificar exemplos de alterações de sentido nos textos traduzidos, mediante sua comparação aos textos originais e verificar a validade dos pressupostos teóricos citados. De fato, no decorrer da análise, foram encontradas alterações de sentido e inadequações linguísticas nos textos traduzidos. Assim, foi possível demonstrar que, em se tratando de matérias jornalísticas traduzidas, a revisão deve atentar-se à ocorrência de inadequações linguísticas inerentes à tradução, além de levar em conta aspectos específicos dos textos jornalísticos. Em suma, a revisão é uma etapa desejável e necessária à qualidade do texto jornalístico traduzido.


Palavras-chave


Revisão de textos.Texto jornalístico.Tradução. Revisão de tradução. Análise comparativa.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Leandra Batista; COELHO, Sueli Maria Coelho. Revisão Textual: para além da revisão linguística. Scripta, Belo Horizonte, v.14, n. 26, p. 205-224, 1º semestre 2010.

CAMBRIDGE DICTIONARY. Cambridge University Press 2018.Disponível em: . Acesso em: 4. jan.2018.

COOPER, Kelly-Leigh. Abusos e mortes põem em xeque rituais de iniciação em clubes exclusivos de universidade nos EUA. BBC news. 17 nov. 2017. Disponível em: Acesso em: 8.jan.2018

COOPER, Kelly-Leigh. The deadly problem with US college fraternities. BBC news.

nov. 2017. Disponível em: Acesso em: 8 Jan.2018.

DAVIS, Julie Hirschfeld; SHEAR, Michael. Política migratória do governo Trump desafia burocracia. Folha de São Paulo. Tradução: Clara Allain. Disponívelem: Acesso em:8. Jan. 2018

DAVIS, Julie Hirschfeld; SHEAR, Michael. Trump’s way: stocking fears, Trump defied bureaucracy to advance immigration agenda. The New York Times. 23 dec. 2017. Disponível em: Acesso em: 8 jan.2018.

DEJAVITE, Fábia Angélica; MARTINS, Paula. O Revisor de Texto no Jornal Impresso Diário e Seu Papel na Sociedade de Informação. Comunicação & Inovação, São Caetano do Sul, p.22-29, jul./dez. 2006.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONISIO, Ângela P.; MACHADO, Ana R.; BEZERRA, Maria Auxiliadora (Orgs.). Gêneros textuais e ensino. 2. ed., Rio de Janeiro: Lucerna, 2003. p.19-36.

MORRIS. Wesley. A desconfortável culpa branca de George Clooney em “Suburbicon”. Folha de São Paulo. Tradução: Paulo Migliacci. Disponível em: . Acesso em: 9 Jan. 2018.

MORRIS. Wesley. George Clooney’s Awkward White Guilt in ‘Suburbicon’. The New York Times. 12. dec. 2017. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2018.

MOSSOP, Brian. Editing and Revising for Translators. St Jerome Publishing, Manchester: St. Jerome Publishing, 2001, p. iii - 83-95.

MUNIZ JR., José de Souza Muniz. A intervenção textual como atividade discursiva: considerações sobre o laço social da linguagem no trabalho de edição, preparação e revisão de textos. In: NP Produção Editorial do IX Encontro dos Grupos/Núcleos de Pesquisa em Comunicação, evento componente do XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2009, Curitiba/PR. In: Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. Curitiba, PR – 4 a 7 de setembro de 2009. Disponível em: Acesso em: 12 dez. 2017.

NEWMARK, Peter. A textbook of translation. London: Prentice-Hall International, 1988, p.45-48.

SALGADO, Luciana Salazar. Quem mexeu no meu texto? Questões contemporâneas de edição, preparação e revisão textual. Divinópolis: Artigo A, 2017.

THE FREE DICTIONARY BY FARLEX. 2003/2018.Disponível em: . Acesso em: 4 jan. 2018.

WEE, Sui-Lee; Tiantian, Zhang. In China, an Education in Dating. The New York Times. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2018.

WEE, Sui-Lee; Tiantian, Zhang. Com aula de selfies, escolas lucram com solteirão chinês. Folha de São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.