Trabalho docente, saberes docentes e base de conhecimento: contribuições de Maurice Tardif, Claude Lessard e Lee Shulman

  • Letícia Mendonça Lopes Ribeiro Universidade Federal do Acre - Ufac
  • Aline Cristina Miranda Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG
Palavras-chave: Trabalho docente. Saberes docentes. Base de conhecimento.

Resumo

O presente  trabalho objetivou apresentar análises de obras que enfatizam as pesquisas sobre o trabalho docente e seus desdobramentos, considerando a importância dos saberes docentes e dos conhecimentos de base para a compreensão da amplitude da atuação e da experiência do professor. Para tanto, realizou-se uma revisão de literatura, que apresentou elementos importantes que caracterizam o trabalho docente, em diálogo com os saberes docentes, – por meio das publicações de Maurice Tardif e Claude Lessard – e também com a descrição da chamada “base de conhecimento”, estudada por Lee Shulman. Assim, foi possível reconhecer que os saberes dos professores são entendidos em estreita relação com o trabalho escolar, uma vez que o saber está a serviço do trabalho, ou seja, é produzido e modelado no e pelo trabalho. Logo, ao se pensar na essencialidade do trabalho docente, acredita-se que os professores precisem de um determinado corpo de conhecimentos profissionais que os assessore nas decisões sobre o conteúdo e a forma de ensiná-lo, os quais caracterizam as sete dimensões da “base de conhecimentos”. Dessa forma, conclui-se que os estudos sobre o trabalho docente, integrados aos saberes docentes e aos conhecimentos de base, são fundamentais para compreender a ampla experiência do que é ser professor. Portanto, não é possível desvincular a experiência do trabalho docente da própria identidade do professor, por ambas estarem calcadas na trajetória que se (re)faz em cada profissional, de maneira singular.

Biografia do Autor

Letícia Mendonça Lopes Ribeiro, Universidade Federal do Acre - Ufac
Professora dos cursos de licenciatura vinculados ao Centro de Educação, Letras e Artes da Universidade Federal do Acre - Campus Rio Branco
Aline Cristina Miranda, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG
Mestranda do Programa de Pós-graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Referências

DEROUET, J. École et justice: de l’égalité des chances aux compromis locaux?. Paris: Editions Métailié, 1992.

GONÇALVES, L. A. O. Trabalho docente e subjetividade: embate teórico e novas perspectivas. Revista da Faculdade de Educação de São Paulo, v.22, n. 2, p. 43-71, jul/ dez, 1996. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rfe/article/view/33578. Acesso em: 19 ago. 2018.

MARTINS, F.A.O. A construção da identidade formativa e profissional do professor na escola rural ribeirinha do Vale do Juruá: a Pedagogia das Águas. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2015. 288 fl. Disponível em: http://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/46272. Acesso em: 20 jul. 2018.

MIZUKAMI, M. G. N. Aprendizagem da docência: algumas contribuições de L. S. Shulman. Revista Educação, Santa Maria, v. 29, n. 2, p. 1-11, 2004. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/3838. Acesso em: 28 jul. 2018.

NIAS, J. Changing Times, Changing Identities: Grieving for a Lost Self. In: BERGESS, E. (ed.). Educational Research and Evaluation. London: The Falmer Press, 1991.

NÓVOA, A. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1992.

SHULMAN, L. S. Conhecimento e ensino: fundamentos para a nova reforma. Cadernos Cenpec, São Paulo, v. 4, n. 2, p.196-229, dez. 2014. Disponível em: http://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/index.php/cadernos/article/view/293. Acesso em: 28 jul. 2018.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Harvard Educational Review, v.57, n.1, p. 1-22, 1987.

SHULMAN, L. S. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, v.15, n.2, p. 4-14, 1986.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Rio Janeiro: Vozes, 2005.

TARDIF, M.; RAYMOND, D. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Educação & Sociedade, Campinas, v. 21, n. 73, p. 209-244, dez./2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v21n73/4214.pdf. Acesso em: 20 jul. 2018.

WILSON, S.; SHULMAN, L. S.; RICHERT, A. E. 150 ways of knowing: Representations of knowledge in teaching. In: CALDERHEAD, J. (Ed.). Exploring teachers’ thinking. Grã-Bretanha: Cassell Educational Limited, 1987, p. 104-124.

Publicado
30-04-2019