Tutoriais do YouTube que orientam a produção da seção de introdução de TCC: um metagênero acadêmico

  • Antonio Artur Silva Cantuário UFPI
Palavras-chave: Introdução. Metagênero. Tutorial de Youtube sobre a produção de TCC.

Resumo

A era digital tem promovido importantes mudanças quanto ao processo de pesquisa e busca de dados pelos sujeitos. Uma dessas mudanças tem, inclusive, alcançado o meio acadêmico: a busca por materiais que contenham conteúdos sobre a produção textual de gêneros acadêmicos. Um importante metagênero, assim como os manuais de metodologia científica, está cada vez mais popular, os tutoriais em vídeos de YouTube. Assim, este trabalho objetiva analisar as orientações quanto à produção da seção de Introdução de TCC, a partir de Tutoriais em vídeos de YouTube. O aporte teórico constrói-se a partir das reflexões de Miller (2009), Bazerman (2006) e Swales (1990) no que se refere ao conceito de gênero como ação social, e as reflexões de Giltrow (2002), Nunes (2017) e Nunes; Silveira (2018) sobre os metagêneros. A presente pesquisa, de caráter descritivo e interpretativo, analisou um de três  tutoriais de YouTube que ensinam a produzir a seção de Introdução de TCC, sendo os vídeos analisados transcritos por meio de um programa disponibilizado pela plataforma YouTube. Entre os critérios de inclusão desses tutoriais, foram selecionados aqueles que tratavam diretamente da orientação sobre a seção de Introdução de TCC e cuja abordagem da orientação estivesse diretamente vinculada a dicas sobre como compô-la. Observou-se que os tutoriais usam uma abordagem sucinta para orientar a referida seção e não desenvolvem aprofundamentos quanto ao conteúdo ensinado, privilegiando informações de natureza estrutural em relação à seção orientada. Além disso, considerando a abordagem da teoria relacionada aos metagêneros, viu-se que esses tutoriais apresentam uma forma prescritiva e injuntiva de ensinar, considerando a sua natureza metagenérica, como afirma Giltrow (2002) ao salientar que essa é uma característica peculiar dos gêneros que tendem a ensinar outros gêneros. 

Biografia do Autor

Antonio Artur Silva Cantuário, UFPI
Mestre em Letras pela Universidade Federal do Piauí -UFPI Professor da rede municipal e estadual e ensino da Secretaria Municipal de Educação de Demerval Lobão-PI

Referências

BARROS, Adriana Sales; Pessoa, Fábio; DINIZ, Raquel. Descomplicando o TCC: diferenciando aspectos formais e de conteúdo. João Pessoa: Ideia, 2016.

BAZERMAN, Charles. A vida do gênero, a vida na sala de aula. In: DIONÍSIO, Angela Paiva; HOFFNAGEL, Judith Chambliss. (Org). Gênero, agência e escrita. São Paulo: Cortez, 2006.

BAZERMAN, Charles. Atos de fala, gêneros textuais e sistemas de atividades: como os textos organizam atividades e pessoas. In: DIONÍSIO, Angela Paiva; HOFFNAGEL, Judith Chambliss. (Org). Gêneros textuais, tipificação e interação. São Paulo: Cortez, 2006.

BAZERMAN, Charles. Escrevendo bem, científica e retoricamente: consequências práticas para escritores da ciência e seus professores. In: DIONÍSIO, Angela Paiva; HOFFNAGEL, Judith Chambliss. (Org). Gênero, agência e escrita. São Paulo: Cortez, 2006.

GILTROW, J. Meta-genre. In: COE, R.; LINGARD, L.; TESLENKO, T. (Org). The retoric and ideology of genre: strategies for stability and change. Cresskill: Hampton, 2002, p. 187-205.

JOVCHELOVITCH, S.; BAUER, M. W. Entrevista narrativa. In: BAUER, M. W. GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Tradução: Pedrinho Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

MILLER, Carolyn. Gênero como ação social. In: DIONÍSIO, Angela Paiva; HOFFNAGEL, Judith Chambliss. (Org). Estudos sobre: gênero textual, agência e tecnologia. Recife: Ed. Universidade da UFPE, 2009.

NUNES, Valfrido da Silva. Análise de gênero no mundo do trabalho: os usos do memorando nas práticas dos profissionais do Instituto Federal de Pernambuco/ Campus Recife nos séculos XX e XXI. 2017. 306 f. Tese (Doutorado em Letras) – Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas, 2017.

NUNES, Valfrido da Silva; SILVEIRA, Maria Inez Matoso. O papel dos Metagêneros na construção do Gênero: um fator de estabilidade genérica?. Calidoscópio, Vol. 16, n. 2, p. 303-314, maio/agosto, 2018.

SOUZA, Clara Regina Rodrigues.; SILVA, Williany Miranda. Gênero monografia em contexto de produção acadêmica escrita. RAÍDO (ONLINE), v. 12, p. 132-155, 2017.

SWALES, J. Genre Analysis: English in academic and research settings. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

Link dos Tutoriais em vídeo analisados:

Tutorial 1: https://www.YouTube.com/channel/UCHFyaNMFXGtRCA-pU2zG3Jg

Tutorial 2: https://www.YouTube.com/user/DireitoCooperativo/videos

Tutorial 3: https://www.YouTube.com/user/icguedes/videos

Publicado
16-12-2020