Registros microclimáticos preliminares da Gruta Pau-Ferro, Monjolos, Minas Gerais

  • Juliana Torres Bolsista de Iniciação Científica do curso de Geografia da PUC Minas
  • Luiz Eduardo Panisset Travassos Programa de Pós-Graduação em Geografia da PUC Minas
Palavras-chave: Carste, Cavernas, Monjolos, Minas Gerais, Microclima

Resumo

As cavernas desenvolvidas nos calcários de Minas Gerais são feições cársticas que apresentam condições microclimáticas peculiares. Embora façam parte de um sistema maior e pareçam estar isoladas da superfície, as condições externas influenciam a dinâmica interna. Dessa forma, o objetivo principal da pesquisa consiste em demonstrar o comportamento do microclima da Gruta Pau-Ferro, município de Monjolos, Minas Gerais. Entre os meses de maio de 2017 e março de 2018, foram instalados termo higrômetros (Testo 175 H1) para registro de temperatura e umidade ao longo do conduto principal da caverna. Após a coleta dos dados, estes foram tabulados e tratados para elaboração de gráficos que possibilitaram uma melhor visualização do microclima local. As análises preliminares demonstraram que embora a caverna seja considerada por muitos como um meio independente das condições externas, estas mostraram-se como fatores determinantes em algumas variações. Portanto, compreender as cavernas como parte de um sistema maior pode favorecer a preservação tanto da geodiversidade quanto da biodiversidade.

 

Biografia do Autor

Luiz Eduardo Panisset Travassos, Programa de Pós-Graduação em Geografia da PUC Minas

Mestre e doutor em Geografia. Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia.

Referências

ANA – AGÊNCIA NACIONAL DAS ÁGUAS. Conjuntura dos recursos hídricos no Brasil: regiões hidrográficas brasileiras (Edição Especial). Brasília: ANA, 2015. http:// www.snirh.gov.br/portal/snirh/centrais-de-conteudos/conjuntura-dos-recursos-hidricos/regioeshidrograficas2014.pdf

AUGUSTIN, C. H. R. R.; FONSECA, B. M.; ROCHA, L. C. Mapeamento geomorfológico da Serra do Espinhaço Meridional: primeira aproximação. Geonomos, Belo Horizonte, v.19, n.2, p.50-69, 2011.

AYOADE, J.O. Introdução a Climatologia para Trópicos. 16.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil., 2012.

BACELLAR, L.A.P. Geologia Estrutural do Supergrupo São Francisco ao longo da seção regional Coromandel-TrêsMarias-Conselheiro Mata, MG. 1989. 128f. Dissertação (Mestrado em Geologia) - Universidade Federal de Ouro Preto.

COUTO, L.C.O.; TRAVASSOS, L.E.P. De Corinto à Diamantina: Geossistemas de contato entre a planície do Rio das Velhas e a Serra do Espinhaço Meridional, Minas Gerais, Caderno de Geografia, v. 26, n.1, 2016.

COUTO, L.C.O.; TRAVASSOS, L.E.P. Morfodinâmica no carste de contato da planície do Rio das Velhas e a Serra do Espinhaço Meridional, Minas Gerais, Espeleo-Tema, v.28, n.1, p.25-34, 2017.

FORD, D.C.; WILLIAMS, P.W. Karst geomorphology and hydrology. United Kingdom: Wiley, 2007.

LEÃO, M.S. Monitoramento microclimático de cavidades naturais subterrâneas: uma análise sobre o uso de redes neurais artificiais nas grutas da Lapinha e Rei do Mato, Minas Gerais. 2018. 342f. Tese (Doutorado em Geografia - Tratamento da Informação Espacial) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

LOBO, H.A.S. et al. Monitoramento Espeleoclimático do Trecho Turístico da Caverna de Santana (PETAR,SP). Mercator, Fortaleza v.13, n.2, p.227-241, mai./ago. 2014.

LOBO, H.A.S. Estudo da Dinâmica Atmosférica Subterrânea na Determinação da Capacidade de Carga Turística na Caverna de Santana (PETAR, Iporanga-SP). 2012. 342f. Tese (Doutorado em Geociências e Meio Ambiente) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

OLIVEIRA, I.F.G.; TIMO, M.B.; TRAVASSOS, L.E.P.; SÁ, P.R.C.de. Proposta de classificação das unidades de paisagem da região de Monjolos, Minas Gerais. Acta Geográfica, v.11, n.26, p.146-159, 2017.

OLIVEIRA, IPMR de et al. Tombamento municipal como instrumento de preservação de cavidades naturais subterrâneas: sítio natural gruta pau-ferro, Monjolos–Minas Gerais. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ESPELEOLOGIA, 29, 2007, Ouro Preto. Anais... Campinas: Sociedade Brasileira de Espeleologia – SBE, 2007.p. 211-219.

RODRIGUES, B.D.; TRAVASSOS, L.E.P. Identificação e mapeamento das Matas Secas associadas ao carste carbonático de Santo Hipólito e Monjolos, Minas Gerais. Mercator (UFC), v. 12, p. 233-256, 2013.

TEXEIRA-SILVA, C. M.; FALEIROS-SANTOS, T.; ROBERTO, G. G.; VIEIRA, F. F.; MORAIS. F; OLIVEIRA, G. P. C.; ONOFRE-OLIVEIRA, S.; FERREIRA, A. S.; MATTEO, D.E.G. Espeleologia na área cárstica de Monjolos, MG. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ESPELEOLOGIA, 28, 2005, Campinas. Anais... Campinas: Sociedade Brasileira de Espeleologia – SBE, 2005.

TRAVASSOS, L.E.P. Monitoramento microclimático da Gruta da Lapinha, Parque Estadual do Sumidouro, Lagoa Santa, Minas Gerais - Projeto CNPq 479945/2013-6. Belo Horizonte: PUC Minas, 2016 (Relatório preliminar da pesquisa).

WILLIAMS, P.; FONG, Y.T. World Map of Carbonate Rock Outcrops v3.0. New Zealand: SGGES/University of Auckland, 2008.

Publicado
28-12-2020