Machado de Assis e o fantástico espelho

  • Ana Cristina Pimenta da Costa Val UFMG
Palavras-chave: O espelho, Machado de Assis, realismo fantástico, Murilo Rubião,

Resumo

Murilo Rubião, escritor mineiro considerado o precursor do realismo fantástico na literatura brasileira, afirma ser Machado de Assis, uma de suas principais influências, o responsável por esse título. Visando discutir a viabilidade da afirmação do autor de O pirotécnico Zacarias e as contribuições que a recepção da obra de um escritor por outro pode trazer para a História da Literatura Brasileira, este trabalho pretende analisar a presença das características inerentes à literatura fantástica em "O espelho", conto de Machado de Assis.

Referências

ANDRADE, Vera Lúcia. Marbre: une lecture du fantastique chez Pierye de Mandiargues. These de Tróiseme cycle. Paris: Universite de la Sorbonne Nouvelle-Paris 111, 1985.

ASSIS, Joaquim Maria Machado de. Papéis avulsos. São Paulo: G ráfica Editora Brasileira Ltda, 1955. O espelho, p. 2-3.

BOECHAT, Maria Cecília. Paraísos artificiais: o romantismo de José de Alencar e sua recepção crítica. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 1997.

BORGES, Jorge Luis. Obras Completas 11. Buenos Aires: E mecé, 1989. Kafka y sus precursores, p. 307-309.

CIRLOT, Juan Eduardo. Dicionário de símbolos. Trad. Rubens Eduardo Ferreira Frias. São Paulo: Moraes, 1984.

FURTADO, Filipe. A construção do fantástico na narrativa. Lisboa: Horizonte Universitário, 1980.

JAUSS, Hans Robert. A história da literatura como provocação à teoria literária . São Paulo: Ática, 1994.

LALANDE, André. Vocabulário técnico e crítico de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

PEREIRA, Lúci a Miguel. História da literatura brasileira: prosa de ficção: de 1870 a 1920. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Universidade de São Paulo, 1988.

RUBIÃO, Murilo. A opção pelo fantástico: entrevista com Murilo Rubião por Elizabeth Lowe. Revista de Literatura - Escrita, 1979.

SCHWARZ, Roberto. Um mestre na periferia do capitalismo. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1991.

TODOROV, T. Introdução à literatura fantástica. São Paulo: Perspectiva, 1975.

ZILBERMAN, Regina, LAJOLO, Ma risa. A formação da leitura no Brasil. São Paulo: Ática, 1996.

Publicado
22-03-2000
Como Citar
da Costa Val, A. C. P. (2000). Machado de Assis e o fantástico espelho. Scripta, 4(6), 20-29. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10329
Seção
Dossiê: Machado de Assis