O passado presente na literatura angolana

  • Rita Chaves USP
Palavras-chave: Literatura angolana, passado, presente, Pepetela,

Resumo

A poderosa presença da História na configuração do projeto literário angolano assegura ao passado um lugar de destaque. Como matriz de significados no processo de construção da identidade cultural de uma sociedade em manifesto movimento, o passado ganha formas e sentidos múltiplos que interferem na leitura do presente e nas projeções do futuro realizadas pelos escritores angolanos, do período colonial aos nossos dias.

Referências

AGUALUSA, José Eduardo. A conjura. Luanda: União dos Escritores Angolanos, 1989.

AGUALUSA, José Eduardo. Nação crioula. Rio de Janeiro: Griphus, 1998.

ANDERSON, Benedict. Nação e consciência nacional. São Paulo: Ática, 1989.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Cia das Letras, 1993.

FANON, Frantz. Pour la révolution africaine. Paris: François Maspero, 1964.

FERREIRA, Manuel. No reino de Caliban. Lisboa: Plátano Editora, 1988.

HAMILTON, Russell. A literatura dos PALOP e a teoria pós-colonial. Conferência ainda inédita, a ser publicada no n. 3 da revista Via Atlântica.

HOBSBAWN, Eric. Sobre história. São Paulo: Cia. das Letras, 1997.

LIMA, Isabel Pires de. Em busca de uma nova pátria: o romance de Portugal e de Angola após a independência. Revista Via Atlântica: área de estudos comparados de literaturas de língua portuguesa, São Paulo, n. I, 1997.

MONTEIRO, Manuel Rui. Eu e o outro- o invasor (ou em três poucas linhas uma maneira de pensar o texto. In: MEDINA, Cremilda. Sonha, mamana África. São Paulo: Epopéia, 1987.

PEPETELA. A geração da utopia . 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1993.

PEPETELA. Lueji. Luanda: União dos Escritores Angolanos, 1988.

PEPETELA. Mayombe. São Paulo: Ática, 1980.

PEPETELA. Yaka. São Paulo: Ática, 1984.

Publicado
22-03-2000
Como Citar
Chaves, R. (2000). O passado presente na literatura angolana. Scripta, 4(6), 245-257. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/10367
Seção
Dossiê: Literaturas africanas de língua portuguesa