José Craveirinha: poesia com sons e gestos da oralidade

  • Maria Nazareth Soares Fonseca
Palavras-chave: José Craveirinha, Letra e sonoridade, Moçambicanidade, Literatura moçambicana.

Resumo

Procura-se mostrar, na poética de José Craveirinha, os cruzamentos da escrita com os sotaques da oralidade, com as sonoridades próprias das línguas faladas pelo povo moçambicano. Uma poética que conclama os hábitos da terra metaforiza, com o som forte da xipalapala, uma expressão literária que tem a intenção de motivar a reconquista da terra pelos gestos e sons que a habitam. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CHABAL, Patrick. Vozes moçambicanas; literatura e nacionalidade. Lisboa: Vega, 1994.

CHAVES, Rita. José Craveirinha, da Mafalala, de Moçambique, do Mundo. Revista Via Atlântica, n. 3, 1999. p. 140-168.

CRAVEIRINHA, José. Xigubo. Lisboa: Edições 70, 1980.

CRAVEIRINHA, José. Cela I. Lisboa: Edições 70, 1980.

CRAVEIRINHA, José. Karingana ua karingana. Maputo: AEMO, 1995.

CRAVEIRINHA, José. Maria. Lisboa: Edições 70, 1988.

DERRIDA, Jacques. Le monolinguisme de l’autre. Paris: Galilée, 1996

DOMINGO, João. Perdi um amigo, perdi um mestre. In: Jornal Domingo, edição de 16 de fevereiro de 2003, p. 15.

JORNAL Domingo, suplemento Cultura de Maputo, Moçambique, edição dos dias 9/2/ 2003 e 16/2/2003.

JORGE, Sílvio Renato. José Craveirinha e a busca da palavra moçambicana. In: SEPÚLVEDA, Maria do Carmo; SALGADO, Tereza. África e Brasil: letras em Laços. Rio de Janeiro:

Atlântica, 2000. p. 197-207.

SILVEIRA, Jorge Fernandes da. José Craveirinha; impoética poesia. In: Repensando a africanidade: ENCONTRO DE PROFESSORES DE LITERATURAS AFRICANAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, 1. Anais... Niterói, 1991. p. 185-194.

LABAN, Michel. Mário Pinto de Andrade. Uma entrevista. Lisboa: Edições João Sá da Costa, 1997.

LARANJEIRA, Pires. A negritude africana de língua portuguesa. Porto: Edições Afrontamento, 1995.

LEITE, Ana Mafalda. A poética de José Craveirinha. Lisboa: Vega, 1991.

MENDONÇA, Fátima. Moçambique, lugar para a poesia; uma pedrada no charco. In: SOUZA, Noémia. Sangue negro. Maputo: AEMO, 2000.

Publicado
20-03-2003
Como Citar
Fonseca, M. N. S. (2003). José Craveirinha: poesia com sons e gestos da oralidade. Scripta, 6(12), 388-400. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12495
Seção
Dossiê: Literaturas africanas de língua portuguesa