Cultura material, oralidade e simbologia. Existe uma filosofia em África?

Vicente Geraldo Amâncio Diniz Oliveira

Resumo


Considerando-se o modus vivendi africano, não há dúvida de que há uma visão de mundo que poderia se configurar como “Filosofia”. A valorização, tanto da cultura material como da riqueza espiritual e princípios éticos dos diversos grupos que compõem o mosaico cultural africano, evidencia o legado de gerações passadas às novas gerações. Mesmo não havendo uma sistematização do conhecimento, haveria, pois, uma filosofia de vida em que a herança cultural recebida é continuamente reelaborada e confrontada com a dinamicidade da realidade circundante, que se mostra em contínuo vir-a-ser.




Palavras-chave


Filosofia de vida; Pincípios éticos; Mosaico cultural.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUESSY, Honorat. Visões e percepções das culturas africanas. In: Introdução à cultura africana. Trad. Emanuel L. Godinho; Geminiano Cascais Franco; Ana Mafalda Leite. Lisboa: Edições 70, 1977.

APPIAH, Kwame Anthony. Na casa de meu pai: a África na filosofia da cultura. Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DAVIDSON, Basil. Os africanos: uma introdução à sua história cultural. Trad. Fernanda Maria Tome da Silva. Lisboa: Edições 70, 1969.

I. SOW, Alpha et al. Introdução à cultura africana. Trad. Emanuel L. Godinho, Geminiano Cascais Franco, Ana Mafalda Leite. Lisboa: Edições 70, 1977.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scripta



                     


Revista Scripta e-ISSN: 2358-3428 (OJS)

DOI: http://dx.doi.org/10.5752/P.2358-3428

Endereço: Av. Dom José Gaspar, 500 - Prédio 20 - sala 109 

Coração Eucarístico - Belo Horizonte/MG - CEP: 30535901 

Telefone geral: (31) 3319-4369

 

Licença: 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Nossos indexadores, bancos de dados e repositórios: