O texto: lugar de encontro entre a língua natural e a arte literária

  • Ângela Vaz Leão
Palavras-chave: Análise estilística, Carlos Drummond de Andrade, “Festa no brejo”, Polissemia do texto literário, Alguma poesia.

Resumo

Considerando o texto literário como o lugar de encontro entre a língua natural e a arte verbal, este trabalho faz uma análise estilística de um poema de Carlos Drummond de Andrade, “Festa no brejo”, publicado em Alguma poesia (1930). Descodificando as metáforas e interpretando os valores conotativos dos significantes em função do momento da criação do poema, a análise procura fazer uma leitura não só do enunciado mas também da enunciação, de modo a construir uma alegoria de sentido político historicamente datada. 

 

Referências

ALONSO, Martin. Ciencia del lenguaje y arte del estilo. Madrid: Aguilar, 1955.

ANDRADE, Carlos Drummond. Obra completa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1964.

BALLY, Charles. Précis de stylistique. Genève: Eggimann, 1905.

CÂMARA Jr., Joaquim Mattoso. Contribuição à estilística portuguesa. Rio de Janeiro: Org. Simões, 1953.

VOSSLER, Karl; SPITZER, Leo; HATZFELD, Helmut. Introducción a la Estilística romance. Traducción y notas de Amado Alonso y Raimundo Lida. Buenos Aires: Ed. Coni, 1942.

Publicado
18-03-2004
Como Citar
Leão, Ângela V. (2004). O texto: lugar de encontro entre a língua natural e a arte literária. Scripta, 8(14), 23-32. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12539