Entrevista com prof. Dr. Carlos Alberto Faraco - Os estudos bakhtinianos na interface entre filosofia e ciências da linguagem

  • Filipe Almeida Gomes Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Entrevista., Carlos Alberto Faraco, Círculo de Bakhtin, Volóchinov

Resumo

Entrevista concedida pelo prof. Dr. Carlos Alberto Faraco a respeito de questões próprias dos estudos em torno do Círculo de Bakhtin.

Referências

BRAIT, Beth. A chegada de Voloshinov/Bakhtin ao Brasil na década de 1970. In: Ana Zandwais. (Org.). História das ideias: diálogos entre linguagem, cultura e história. Passo Fundo: UPF Editora, 2012, p. 216-243.

BRANDIST, Craig. A grande narrativa de Bakhtin: o significado do renascimento. In: _____. Repensando o círculo de Bakhtin: novas perspectivas na história intelectual. Organização e notas de Maria Inês Campos e Rosemary H. Schettini. Tradução de Helenice Gouvea e Rosemary H. Schettini. São Paulo: Contexto, 2012, p. 35 - 63.

BRANDIST, Craig. Bakhtin, Cassirer and symbolic forms. Radical Philosophy, n. 85, 1997, p. 20-27.

FARACO, Carlos Alberto. Bakhtin e os estudos enunciativos no Brasil: algumas perspectivas. In: BRAIT, Beth. (Org.). Estudos enunciativos no Brasil: histórias e perspectivas. Campinas, SP: Pontes/FAPESP, 2001, p. 27-38.

FARACO, Carlos Alberto. Estudos pré-saussurianos. In: MUSSALIM, Fernanda; BENTES, Ana Christina. (Orgs.). Introdução à linguística: volume 3 - fundamentos epistemológicos. São Paulo: Cortez, 2004, p. 27-52.

FARACO, Carlos Alberto. Linguagem e diálogo: as ideias linguísticas do Círculo de Bakhtin. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

FARACO, Carlos Alberto. O dialogismo como chave para uma antropologia filosófica. In: FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristovão; CASTRO, Gilberto de. (Orgs.). Diálogos com Bakhtin. Curitiba: Editora da UFPR, 1996, p. 113-126.

FARACO, Carlos Alberto. O tratamento “você” em português: uma abordagem histórica. LaborHistórico, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 114-132, 2017.

FARACO, Carlos Alberto. Voloshinov: um coração humboldtiano? In: FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristovão; CASTRO, Gilberto de. (Orgs.). Vinte ensaios sobre Mikhail Bakhtin. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006, p. 125-132.

FLORES, Valdir do Nascimento. Introdução à teoria enunciativa de Benveniste. São Paulo: Parábola, 2013.

HIRSCHKOP, Ken. Mikhail Bakhtin: an aesthetic for democracy. Oxford: Oxford University Press, 1999.

MEDVIÉDEV, Pável N. O método formal nos estudos literários: uma introdução crítica a uma poética sociológica. Trad. de Sheila Camargo Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Contexto, 2012.

POOLE, Brian. From phenomenology to dialogue: Max Scheler’s phenomenological tradition and Mikhail Bakhtin’s development from ‘Toward a philosophy of the act’ to his study of Dostoevsky. In: HIRSCHKOP, Ken; SHEPHERD, David. Bakhtin and cultural theory. Revised and expanded second edition. Manchester, UK; New York, USA: Manchester University Press, 2001, p. 109-135.

SCHNAIDERMAN, Boris. Bakhtin 40 graus (Uma experiência brasileira). In: BRAIT, Beth. (Org.). Bakhtin: dialogismo e construção do sentido. 2. ed. rev. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2005, p. 13-21.

SCHNAIDERMAN, Boris. Bakhtin e literatura brasileira: abordando a obra de Murilo Mendes. Literatura e sociedade, n. 26 (edição especial), p. 167-172, 2018. Disponível em: < https://www.revistas.usp.br/ls/article/view/148524/142161 >. Acesso em: 09 mar 2020.

TEZZA, Cristovão. Entre a prosa e a poesia: Bakhtin e o formalismo russo. Rio de Janeiro: Rocco, 2003.

VOLOSHINOV, Valentin. El signo ideológico y la filosofia del lenguaje. Buenos Aires: Nueva Visión, 1976.

WILIAMS, Raymond. Marxism and Literature. Oxford: Oxford University Press, 1977.
Publicado
08-07-2020
Como Citar
Gomes, F. A. (2020). Entrevista com prof. Dr. Carlos Alberto Faraco - Os estudos bakhtinianos na interface entre filosofia e ciências da linguagem. Scripta, 24(50), 341-356. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2020v24n50p341-356