A janela da palavra: uma leitura de “Famigerado”, de Guimarães Rosa, à luz do conceito de limiar, de Walter Benjamin

  • Edson Santos de Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Palavras-chave: Limiar, Ambiguidade escrita, Imagem.

Resumo

Nosso objetivo é fazer uma leitura do conto "Famigerado", de Guimarães Rosa, a partir do conceito de limiar, conforme Walter Benjamin. Pretendemos articular esse conceito com uma das categorias estéticas mais estudadas na obra de Guimarães Rosa: a ambiguidade. Assim, o espaço de transição em que se dá a narrativa se integra ao corpo ambíguo da linguagem, possibilitando não só a emergência de chistes por parte do jagunço Damásio, como também propiciando ao personagem-narrador uma oportunidade de se equilibrar no limiar da significação. Se o conceito de limiar em Benjamin permite um pensamento por imagem, processo semelhante ocorre na escrita rosiana.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas II. Rua de mão única. São Paulo, Brasiliense.

BENJAMIN, Walter. Passagens. BOLLE, Willi; MATOS, Olgária (Org.). Tradução de Irene Aron; Cleonice Mourão. Belo Horizonte: Editora UFMG; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006,1167 p.

BOLLE, Willi. Fisiognomia da metrópole moderna. Representação da História em Walter Benjamin.São Paulo: EDUSP, 1994, 432 p.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Entre a vida e a morte. In: OTTE, Georg; SEDLMAYER, Sabrina; CORNELSEN, Elcio. Limiares e passagens em Walter Benjamin. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010, 279 p.

LACAN, Jacques. O seminário: Livro 11. 3ª ed. Versão brasileira de M. D. Magno, texto estabelecido por Jacques Alain Miller. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1973, 269 p.

LOUVEL, Liliane. Nuances du pictural. In: Poétique. Revue de théorie et d’analyse littéraires. Paris, v. 126, avril, 2001. p. 175-190.

LOUVEL, Liliane. A descrição “pictural”: por uma poética do iconotexto. In: Poéticas do visível: ensaios sobre a escrita e a imagem. Seleção e organização de Márcia Arbex. Belo Horizonte: Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários, Faculdade de Letras da UFMG, 2006. p. 191-217.

QUINET, Antônio. O tempo do quadro, a travessia do fantasma. In: QUINET, Antônio. A estranheza da psicanálise: a escola de Lacan e seus analistas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2009.

ROSA, João Guimarães. Tutaméia. Rio de Janeiro: José Olympio, 1967.

ROSA, João Guimarães. Primeiras estórias. 8ª ed. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio, 1975.

ROSA, João Guimarães. Estas estórias. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

Publicado
07-12-2012
Como Citar
de Oliveira, E. S. (2012). A janela da palavra: uma leitura de “Famigerado”, de Guimarães Rosa, à luz do conceito de limiar, de Walter Benjamin. Scripta, 16(31), 185-194. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2012v16n31p185
Seção
Dossiê: Estética