A relação com o escrito nos kits de identidade de adultos em processos de reconhecimento e certificação de competências

  • Maria de Lourdes Dionísio Professora catedrática, Centro de Investigação em Educação, Universidade do Minho, Braga, Portugal
  • Rui Vieira de Castro Programa Operacional Fatores de Competitividade (POFC).
  • Ana Silva Doutoranda, Centro de Investigação em Educação, Universidade do Minho, Braga, Portugal.
Palavras-chave: Adultos, Identidades letradas, Competências, Interação.

Resumo

No âmbito de um projeto de pesquisa centrado nas biografias de relação com o escrito de adultos envolvidos, em Portugal, em processos de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências - RVCC -, neste texto apresentam-se os dados relativos à inquirição a 113 adultos do distrito de Braga, Portugal, os quais, estavam a iniciar este processo de reconhecimento. Assume-se que as práticas de linguagem são indissociáveis dos contextos socioculturais em que as pessoas se movimentam, e que as práticas de leitura e escrita atravessam todos os diferentes domínios de vida, de modos mais ou menos vernáculos por oposição aos dominantes definidos por instituições como a escola. Entre as principais conclusões, destaca- -se nestes sujeitos, tidos como “iletrados”, a presença e variedade de atividades de interação com textos, por meio de textos e sobre textos. As características de tais atividades andam intimamente ligadas aos domínios de vida em que estes sujeitos participaram e participam. Neste sentido, a frequência e finalidade do RVCC contribuem para acrescentar aos kits de identidade destes cinco adultos, os traços, e valores que as comunidades letradas atribuem, sobretudo, à leitura.

 

Referências

ALLIAGAS, Cristina; CASTELLÀ, Josep M.; CASSANY, Daniel. Aunque

lea poco, yo sé que soy listo. Estudio de caso sobre un adolescente que no lee literatura. OCNOS, Cuenca, 5, p. 97-112, 2009.

BARTON, David. Literacy: an introduction to the ecology of written language. London: Blackwell Publishers, 1994. 247 p.

BARTON, David; HAMILTON, Mary. Local literacies: reading and writing in one community. London/New York: Routledge, 1998. 299 p.

BARTON, David; HAMILTON, Mary; IVANIČ, Roz. Situated literacies: reading and writing in context. London/New York: Routledge, 2000. 222 p.

BARTON, David; IVANIČ, Roz; APPLEBY, Yvon; HODGE, Rachel; TUSTING, Karin. Literacy, lives and learning. London/New York: Routledge, 2007. 180 p.

CARRINGTON, Victoria; LUKE, Allan. Literacy and Bourdieu’s sociological theory: a reframing. Language and education. London, v. 11, n. 2, p. 96-112, Jul., 1997.

CASTRO, Rui; LARANJEIRA, Rómina. Educação e formação de adultos em Portugal. Concepções de literacia no discurso pedagógico oficial. Fórum. Braga, 42-43, p. 95-110, 2009.

DIONÍSIO, Maria de Lourdes. Educação e literacias. Relatório da disciplina. Grupo Disciplinar de Metodologias da Educação do Departamento de Metodologias da Educação – Instituto de Educação da Universidade do Minho. Braga (manuscrito não publicado), 2006. 119 p.

DIONÍSIO, Maria de Lourdes; CASTRO, Rui Vieira de. (Re)defining literacy: new roles of the workplace. In: BRON JR., Michal; GUIMARÃES, Paula; CASTRO, Rui Vieira de. The state, civil society and the citizen. Exploring relationships in the field of adult education in Europe. Frankfurt am Main: Peter Lang, 2009. p. 185-195.

FISCHER, Adriana. A construção de letramentos na esfera académica. 340 p. Tese (Doutorado em Linguística). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2007.

GEE, James Paul. La ideología en los discursos. Lingüistica social y

alfabetizaciones. Madrid: Ediciones Morata, 2005. 231 p.

GEE, James; HULL, Glynda; LANKSHEAR, Colin. The new work order: behind the language of the new capitalism. boulder, CO: Westview Press, 1996. 202 p.

GOMES, Maria do Carmo (Coord.). Referencial de competências-chave para a educação e formação de adultos – Nível secundário. Lisboa: Direcção Geral de Formação Vocacional, 2006. 92 p.

KEATING, Maria Clara. O poder de dar nome às coisas: sobre reconhecimentos e aprendizagens em práticas e discursos. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 15, n. 2, p. 131-167, 2002.

GRAFF, Harvey. The literacy myth: literacy and social structure in the 19th century city. London: Academic Press, 1979. 353 p.

HAMILTON, Mary; PITT, K. Challenging representations: constructing the adult literacy learner over 30 years of policy and practice in the United Kingdom. Reading research quarterly, 46, 4, p. 350-373, 2011.

HAMILTON, Mary; HILLIER, Yvonne. Changing faces of adult literacy. language and numeracy: a critical history of policy and practice. London: Trentham Books, 2006. 208 p.

KLEIMAN, Angela Bustos (Org.). Os significados do letramento. Uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1999. 294 p.

KLEIMAN, Angela Bustos 1. Trajetórias de acesso ao mundo da escrita: relevância das práticas não escolares de letramento para o letramento escolar. Perspectiva. Florianópolis, v. 28, n. 2, p. 375-400, 2010.

LUKE, Allan; FREEBODY, Peter. Further notes on the four resources model. Disponível em: <http://www.readingonline.org/research/lukefreebody.html>.

Acesso em: 3 dez. 2010.

OCDE. Analfabetismo funcional e rentabilidade económica. Porto: Edições Asa, 1992. 142 p.

RODRIGUES, Cristina; NÓVOA, António. Prefácio. In: CANÁRIO, Rui; CABRITO, Belmiro (Org.). Educação e formação de adultos: mutações e

convergências. Lisboa: Educa, 2005. p. 7-14.

SETTON, Maria da Graça Jacintho. Um novo capital cultural: pré-disposições e disposições à cultura informal nos segmentos com baixa escolaridade. Educação & sociedade. Campinas, v. 26, n. 90, p. 77-105, jan./abr. 2005.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998. 128 p.

STREET, Brian. Literacy in theory and practice. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 1984. 243 p.

STREET, Brian. Social literacies: critical approaches to literacy in development, ethnography and education. London: Longman, 1995. 184 p.

STREET, Brian. Recent applications of New Literacy Studies in educational contexts. Research in the teaching of English. Michigan, v. 39, n. 4, p. 417-423, 2005.

TORRÃO, Maria João. Entre a escola e a vida. Percursos de literacia. 149 p. Dissertação (Mestrado em Educação: Supervisão Pedagógica em Ensino do Português). Instituto de Educação da Universidade do Minho. Braga, 2007.

Publicado
11-07-2013
Como Citar
Dionísio, M. de L., de Castro, R. V., & Silva, A. (2013). A relação com o escrito nos kits de identidade de adultos em processos de reconhecimento e certificação de competências. Scripta, 17(32), 155-172. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2013v17n32p155
Seção
Dossiê práticas de letramento e identidades: estudos etnográficos