A abordagem histórica do letramento: ecos da memória na atualidade

  • Leda Verdiani Tfouni Professora Titular Sênior da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, (FFCLRP-USP)
  • Dionéia Motta Monte-Serrat Doutora em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Bolsista CAPES-BEX 4394/10-0
  • Diana Junkes Bueno Martha Doutora em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp, Araraquara). Pós-doutora em Análise do Discurso pela Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Letramento, Análise do discurso, Ideologia.

Resumo

A palavra letramento adquiriu uma polissemia que a afasta da noção de processo sócio-histórico e a associa à codificação-decodificação da escrita. Sob essa concepção, não teríamos nada a acrescentar. Defendemos neste artigo, sob o enfoque da análise do discurso pêcheutiana e da psicanálise lacaniana, a concepção de letramento como fenômeno que influencia indiretamente culturas e indivíduos que não dominam a escrita, por ser um processo mais amplo do que a alfabetização. Como evidência dessa proposta, analisamos o texto de um aluno, que, instado a escrever sobre um tema distante da realidade em que vive, mobiliza lugares do arquivo e de sua memória particular, indicando um conhecimento da cultura escrita, mesmo que seu produto mostre a interpenetração de formas orais e escritas da língua, fato este que não é aceito por aqueles que defendem uma concepção a-histórica de letramento. Discutimos que sua escrita escapa das malhas redutoras de uma ideologia pedagogizante e reflete coerência discursiva estrutural ao desafio que lhe foi colocado. Propomos, ao final, que os educadores, em suas práticas, favoreçam a emergência da autoria de seus alunos.

 

Referências

ADORNI, Alessandra. Ciclo escolar e letramento: uma análise discursiva. 2010. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.

ANDERSON, Alonzo B.; STOKES, Shelley J. Social and institutional influences in the development and practice of literacy. In: GOELMAN, Hillel; OBERG, Antoinette; SMITH, Frank (Ed.). Awakening to literacy. London: Heineman Educational Books, 1984. p. 24-37.

ASSOLINI, Filomena Elaine Paiva. Interpretação e letramento: os pilares de sustentação da autoria. 2003. 269 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.

BELINTANE, Claudemir. Vozes da escrita – em tempos de crianças e menestréis. Estilos da clínica. São Paulo, v. 13, n. 25, p. 36-51, dez. 2008. Disponível em: <http://www.revistasusp.sibi.usp.br/scielo.php?pid=S1415-71282008000200003&script=sci_arttext>. Acesso em: 24 jul. 2012.

BIARNÈS, Jean. O ser e as letras: da voz à letra, um caminho que construímos todos. Revista da Faculdade de Educação – USP. São Paulo, v. 24, n. 2, p. 137-161, jul./dez. 1998. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_

arttext&pid=S0102-25551998000200009>. Acesso em: 24 jul. 2012.

CARREIRA, Alessandra Fernandes. Autoria e fantasia: cons(c)ertando a realidade insatisfatória. In: TFOUNI, Leda Verdiani (Org.). Múltiplas faces da autoria. Ijuí: Editora da Unijuí, 2009. p. 11‑26.

CERTEAU, Michel de. Ler: uma operação de caça. In: CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2001. p. 259- 273.

CLARK, Lygia. Livro-obra. In: CLARK, Lygia. O mundo de Lygia Clark. Biografia, 1983. Disponível em: <http://www.lygiaclark.org.br/biografiaPT.asp>. Acesso em: 26 jul. 2012.

DORTA, Roseli Aparecida Franco. A produção textual de alunos de 4ª e 8ª séries do Ensino Fundamental no SARESP: – Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade São Francisco, Itatiba, 2007. Disponível em:

<http://www.usf.edu.br/itatiba/mestrado/educacao/uploadAddress/Dissertacao_Roseli_Aparecida_Franco_Dorta[1557].pdf>. Acesso em: 24 jul. 2012.

ERNAUX, Annie. Les armoires vides. Paris: Gallimard, “Folio”, 1991.

FREUD, Sigmund. Escritores criativos e devaneio. In: STRACHEY, James (Org.). Edição Standard Brasileira das Obras psicológicas completas de sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1975. v. 9, p. 149-161. Original publicado em 1908.

HAROCHE, Claudine. Fazer dizer, querer dizer. São Paulo: Hucitec, 1992.

HIRSCH JR., Eric Donald. Cultural literacy. Boston: Houghton Mifflin, 1987.

JACOB, Evelyn, Learning literacy through play: Puerto-Rican Kindergarten children. In: GOELMAN, Hillel; OBERG, Antoinette; SMITH, Frank (Ed.). Awakening to literacy. London: Heineman Educational Books, 1984. p. 73-83.

KLINK, Amyr. Cem dias entre o céu e o mar. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

LACAN, Jacques. Lição de 2 de dezembro de 1964. In: Problemas cruciais para a psicanálise. Centro de Estudos Freudianos do Recife, 2006. Original publicado

em 1964.

LACAN, Jacques. Abertura desta coletânea. In: LACAN, Jacques. Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1966. p. 9-11.

LANGER, Judith A. A socio-cognitive perspective on literacy. In: LANGER, Judith A. (Ed.). Language, literacy and culture: Issues of society and schooling. New Jersey: Ablex Publishing Corp., 1987. p. 1-20.

LARANJEIRAS, Cássio C. A fita de Listing-Möbius: a matemática da beleza e do mistério. In: Experimentum. Um espaço dedicado à reflexão e ao diálogo. Disponível em: <http://www.experimentum.org/blog/?tag=fita-de-mobius>. Acesso em: 26 jul. 2012.

OLSON, David R. See! Jumping! Some oral antecedents of literacy. In: GOELMAN, Hillel; OBERG, Antoinette; SMITH, Frank (Ed.). Awakening to literacy. London: Heineman Educational Books, 1984. p. 185-192.

PEREIRA, Anderson de Carvalho. Letramento, heterogeneidade e alteridade: análise de narrativas orais produzidas por uma mulher não-alfabetizada. Monografia (Bacharelado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, 2002.

PEREIRA, Anderson de Carvalho. Letramento, esquecimento e alteridade: o processo de reificação da escrita. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São

Paulo, 2005.

SARESP. Disponível em:

<http://saresp.fde.sp.gov.br/2005/index.htm>. Acesso em: 12 jan. 2013.

SOARES, Magda. Letramento e escolarização. In: RIBEIRO, Vera Masagão (Org.). Letramento no Brasil. São Paulo: Global, 2003. p. 89-115.

STREET, Brian, Literacy in theory and practice. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

TFOUNI, Leda Verdiani. Adultos não-alfabetizados: o avesso do avesso. Campinas: Pontes, 1988.

TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e analfabetismo. Tese de Livre Docência n/p. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, 1992.

TFOUNI, Leda Verdiani. A dispersão e a deriva na constituição da autoria e suas implicações para uma teoria do letramento. In: SIGNORINI, Inês (Org.). Investigando a relação oral/escrito e as teorias do letramento. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2001. p. 77-97. (Coleção Ideias sobre linguagem).

TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e autoria: uma proposta para contornar a dicotomia oral/escrito. Revista da ANPOLL, Campinas, n. 18, p. 127-141, 2005.

TFOUNI, Leda Verdiani. Adultos não-alfabetizados em uma sociedade letrada. São Paulo: Cortez, 2006a.

TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e alfabetização. 8. ed. Campinas: Cortez, 2006b.

TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e contenção da deriva. In: TFOUNI, Leda Verdiani (Org.). Múltiplas faces da autoria: análise do discurso, psicanálise, literatura. Modernidade e enunciação. Ijuí, RS: Editora da Unijuí, 2008. p. 141- 158.

TFOUNI, Leda Verdiani; PEREIRA, Anderson de Carvalho. Letramento e formas de resistência à economia escriturística. Fórum linguístico, Florianópolis, v. 6, n. 2, p. 67-79, jul./dez. 2009.

TFOUNI, Leda Verdiani; PEREIRA, Anderson de Carvalho, Letramento, heterogeneidade e alteridade: análise de narrativas orais produzidas por uma mulher não-alfabetizada. Alfa, São José do Rio Preto, v. 49, n. 1, p. 31-49, 2005.

TFOUNI, Leda Verdiani; TONETO, Diana Junkes Martha; ADORNI, Alessandra. A dimensão político-pedagógica da ‘comunicação sem equívocos’ frente aos desafios da escola para todos: novos lugares interpretativos para a prática docente. Linguagem e ensino, Pelotas, v. 14, n. 2, p. 427-453, jul./dez. 2011.

VERNANT, Jean-Pierre. Avant-propos. In: PÉCAUT, Myriam. La matrice du mythe. Essai sur l’inconscient originaire, Paris: Éd. Aubier Montaigne, 1982.

Publicado
11-07-2013
Como Citar
Tfouni, L. V., Monte-Serrat, D. M., & Bueno Martha, D. J. (2013). A abordagem histórica do letramento: ecos da memória na atualidade. Scripta, 17(32), 23-48. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2013v17n32p23
Seção
Dossiê letramento e identidade: configurações conceituais