Uma proposta para o ensino da compreensão leitora a partir de uma concepção de educação cognitiva

  • Elenice Andersen Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Compreensão leitora, Cognição, Emoção, Ensino.

Resumo

Este trabalho investiga a concepção de educação cognitiva subjacente a três programas de ensino da compreensão leitora desenvolvidos no Brasil, Portugal e Espanha, filiados teoricamente às ciências cognitivas e empiricamente validados. Para tal, realiza uma revisão narrativa das três propostas, buscando identificar os pontos de convergência entre elas, interpretando-os como o baluarte do ensino da compreensão leitora e propondo que a reflexão seja ampliada para uma concepção de educação cognitiva que integre os aspectos cognitivos aos emocionais conforme Fonseca (2015), com vistas ao desenvolvimento humano mais integral e não apenas focado no domínio cognitivo e no bom desempenho escolar, mas também na satisfação pessoal com a leitura e na compreensão de que as emoções interagem com a compreensão leitora. A partir da revisão narrativa dos programas, identifica os aspectos cognitivos e emocionais em comum, mas observa que os aspectos emotivos ainda figuram em segundo plano e precisam ser mais bem explorados com base na literatura neurocientífica recente. Na conclusão, aponta sugestões para a ampliação do ensino da compreensão da leitura em uma concepção de educação mais integradora, com espaço para a discussão dos aspectos de ordem emotiva intervenientes no processo e sugere uma agenda de pesquisas sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elenice Andersen, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006), Mestre em Linguística Aplicada, pela Universidade Católica de Pelotas (2001) e Licenciada em Letras, pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (1997). Tem experiência nos temas leitura, texto, discurso, enunciação, mídias e tecnologias na educação.Foi tutora PET (2010-2015) pela Universidade Federal do Pampa, com orientação de projetos de ensino, pesquisa e extensão sobre o uso de tecnologias digitais no ensino da leitura e produção de textos. Organizadora do livro Multimídia Digital na Escola. Atualmente é professora associada em exercício na Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

ALMEIDA, Geraldo. Neurociência e sequência didática para a educação infantil. 2.ed. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2015.

CASTRO, Joselaine Sebem de. A influência do conteúdo emocional na recordação de textos: uma abordagem conexionista. Doutorado em LINGÜÍSTICA E LETRAS Instituição de Ensino: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL, Porto Alegre, 2004.

CITRON et al. Emotional valence and arousal affect reading in an interactive way: Neuroimaging evidence for an approach-withdrawal framework. Neuropsychologia, Vol.56, abr., 2014, p.79-89.

BORGES, Karina; BELLO, Suzelei; MACHADO, Andréa. (orgs.) Neuropsicologia e Aprendizagem. São Carlos: Pedro e João, 2014.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura infantil: teoria, análise, didática. São Paulo: Moderna, 2000.

COSENZA, Ramon M.; GUERRA, Leonor B. Neurociência e educação: como o cérebro

aprende. Porto Alegre: Artmed, 2011.

DAMASIO, António. O erro de Descartes. Emoção, razão e o cérebro humano. 3. Ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

FONSECA, Vitor. Cognição, neuropsicologia e aprendizagem. Abordagem neuropsicológica e psicopedagógica. 7. Ed. Petrópolis: Vozes, 2015.

KLEIMAN, Angela. Oficina de leitura: teoria e prática. 15. Ed. Campinas: Pontes, 2013.

LEÓN, Jose et al. Effects of valence and causal direction in the emotion inferences processing during reading: Evidence from a lexical decision tas. Anales de Psicología. vol: 31 iss:2, jan., 2015, p. 677 -686.

LOPEZ, Nuria; TAPIA, Jesus. Como ensinar a compreender um texto? Um programa de estratégias para treinar a compreensão leitora. Petrópolis: Vozes, 2016.

PULIEZI, Sandra. Fluência e Compreensão na Leitura de Textos. Um estudo com crianças do quarto ano do Ensino Fundamental. Tese. Doutorado em Psicologia da Educação. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.

SCHIAVO, Adriana Ap. Noronha; RIBÓ, Cristiane M. Escamilhas. Estimulando todos os sentidos de 0 a 6 anos. Seminário do 16º COLE – Congresso de Leitura do Brasil. UNICAMP, Campinas, 2007. Disponível em http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss17_01.pdf. Acesso em 15/01/2018.

VIANA, F. L. Ribeiro, I. S., Fernandes, I., Ferreira, A., Leitão, C., Gomes, S., Mendonça, S. & Pereira, L. O ensino da compreensão leitora. Da teoria à prática pedagógica. Coimbra: Almedina, 2010a.

VIANA, F. L. RIBEIRO, I. S., FERNANDES, I., FERREIRA, A., LEITÃO, C., GOMES, S., MENDONÇA, S.; PEREIRA, L. Aprender a Compreender torna mais fácil o saber. Coimbra: Almedina, 2010b.

VIANA, F. L.; CADIME, I; SANTOS, S.; BRANDÃO, S.; RIBEIRO, I. O ensino explícito da compreensão da leitura. Análise do impacto de um programa de intervenção. Revista Brasileira de Educação, v. 22 n. 71, 2017. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v22n71/1809-449X-rbedu-22-71-e227172.pdf. Acesso em 15/01/2018.

Publicado
15-06-2018
Como Citar
Andersen, E. (2018). Uma proposta para o ensino da compreensão leitora a partir de uma concepção de educação cognitiva. Scripta, 22(44), 219-232. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2018v22n44p219
Seção
Linguística & Interfaces