Gonçalo Tavares: o absurdo reencontrado

  • Victor Leandro Silva UEA - Universidade do Estado do Amazonas
Palavras-chave: Romance, Absurdo, Ilogicidade, Tradição.

Resumo

Na tradição romanesca, o tema absurdo, formatado a partir das obras de Herman Melville, Franz Kafka e Albert Camus, tornou-se uma das mais vigorosas temáticas da literatura até a primeira metade do século XX. Na contemporaneidade, a obra de Gonçalo Tavares se apresenta como uma retomada das perspectivas abertas por esses escritores, inserindo sobre elas novas compreensões. O presente artigo procura investigar de que forma os romances A máquina de Joseph Walser e Aprender a rezar na era da técnica, escritos pelo autor português e que fazem parte da tetralogia O reino, fazem reverberam essas novas incursões sobre a absurdidade, ao passo que se alinham à tradição inaugurada por seus antecessores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor Leandro Silva, UEA - Universidade do Estado do Amazonas
Licenciado em Filosofia pela UFAM. Mestre e doutor em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas. Professor Adjunto da Universidade do Estado do Amazonas.

Referências

CAMUS, Albert. A inteligência e o cadafalso e outros ensaios. Rio de Janeiro: Record, 2002.

CAMUS, Albert. O estrangeiro. Rio de Janeiro: Record, 2002b.

CAMUS, Albert. O mito de sísifo. Rio de Janeiro : Record, 2004.

KAFKA, Franz. A metamorfose. São Paulo: Cia das Letras, 1997.

KAFKA, Franz. O processo. São Paulo: Cia das Letras, 1997.

MELVILLE, Herman. Bartleby, o escrevente. São Paulo: Autêntica, 2015.

SARTRE, Jean-Paul. Situações I. São Paulo: Cosac Naify, 2005.

TAVARES, Gonçalo. A máquina de Joseph Walser. São Paulo: Cia das Letras, 2010.

TAVARES, Gonçalo, Gonçalo. Aprender a rezar na era da técnica. São Paulo: Cia das Letras, 2008.

TOLSTÓI, Liev. Anna Kariênina. São Paulo: Cosac Naify, 2005.

Publicado
15-06-2018
Como Citar
Silva, V. L. (2018). Gonçalo Tavares: o absurdo reencontrado. Scripta, 22(44), 57-68. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2018v22n44p57
Seção
Literaturas