Machado, L. (2004). Scripta mortalia: grafia compulsiva da “dispersão total” em Mário de Sá-Carneiro. Scripta, 8(15), 79-91. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12570