[1]
V. Cunha, “A questão da origem da metafonia no português”, Rev. SCRIPTA, vol. 4, nº 7, p. 37-43, out. 2000.