[1]
I. Mata, “Sob o signo de uma nostalgia projetiva: a poesia angolana nacionalista e a poesia pós-colonial”, Rev. SCRIPTA, vol. 10, nº 19, p. 25-42, dez. 2006.