[1]
L. Maffei, “O amante japonês, de Armando Silva Carvalho: sobrevivência ou desaparecimento dos vaga-lumes?”, Rev. SCRIPTA, vol. 17, nº 33, p. 85-100, dez. 2013.