RECURSOS HÍDRICOS NA BOLÍVIA

A Participação Das Mulheres Na Guerra Da ‘Água Boliviana

  • Izabella UNIBH
  • Helena Vale
  • Patrícia Souza
  • Fabíola Pedrosa:
  • Isabella Oliveira

Resumo

Os impactos da agenda ligada a privatização da água e a mobilização social das mulheres em Cochabamba - Bolívia, em 2000 possibilita a análise da participação das mulheres na guerra da agua. Esse processo enseja compreender o papel fundamental da mulher na gestão da agua como agricultoras, membros das comunidades e das cooperativas ou comitês da água.O presente artigo tem por objetivo, desenvolver uma análise ressaltando a participação das mulheres na guerra da agua. Para tanto foi analisado a relação entre o feminismo e o poder, com base em referências bibliográficas sobre a participação das mulheres na guerra da água em Cochabamba, Bolívia. Ao final da pesquisa conclui-se que por mais que as mulheres enfrentam diversos problemas referentes à representatividade, tanto no âmbito público quanto no privado, as cochabambinas batalharam de forma ativa pelo direito da água, foram em busca de seus direitos e até usaram instrumentos para lutar contra o governo, acontecimento que as empoderou no âmbito político e social.

Palavras-chave: Cochabamba. Bolívia. Mulheres. Empoderamento. Guerra da água.

Publicado
04-01-2021
Como Citar
Izabella, Helena Vale, Patrícia Souza, Fabíola Pedrosa:, & Isabella Oliveira. (2021). RECURSOS HÍDRICOS NA BOLÍVIA. Sinapse Múltipla, 9(2), 183-198. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/sinapsemultipla/article/view/23740
Seção
SINAPSE SOCIAL