A Globalização do Direito Internacional X a (Inter)nacionalização da Globalização: a trajetória do Direito Internacional dos seus precursores à era pós-moderna

Marilene Gomes Durães, Márcia Theodoro

Resumo


O Direito Internacional Moderno contou em sua formulação com a contribuição de importantes autores do século XVI e XVII, tais como Francisco de Vitória, Francisco Suarez e Hugo Grotius. Ocorre que o contorno dado a essa ciência jurídica por seus fundadores foi modificado com os acontecimentos que marcaram, sobremaneira, o século XX, mormente após a Segunda Guerra mundial que marcou indelevelmente a história da humanidade. Para garantir a paz e a segurança internacional os Estados se agruparam e criaram mecanismos para relativizar o conceito de soberania. Muitos temas foram normatizados na esfera global (ONU). A promoção e a proteção dos Direitos Humanos, a proteção ao meio ambiente, a regulação do comércio internacional, a criação de blocos econômicos e ingerência do capital financeiro no plano interno do Estado-nação são acontecimentos que clamaram por uma reformulação do Estado moderno e do moderno Direito Internacional sob a ótica democrática. Retomar a concepção dos precursores do Direito Internacional  e compará-lo com o Direito Internacional da era pós-moderna é o objetivo da presente pesquisa bibliográfica.

Palavras-chave


Direito Internacional. Precursores. Globalização. Era pós-moderna.

Texto completo:

PDF


Revista Sinapse Múltipla

 

CONTATO

Rua do Rosário, 1081 – Bairro Angola - Betim, MG – Brasil

CEP: 32604-115

Tel: +55 (31) 3539-6837

E-mail: sinapsemultipla@pucminas.br