QUADROS DE GUERRA: QUANDO A VIDA É PASSÍVEL DE LUTO?

Marcel Chaves Ferreira

Resumo


Judith Butler, filósofa norte-americana, é uma das principais teóricas sobre o feminismo, teoria queer e sobre novas leituras éticas, com grande expressão no cenário atual, sendo também professora da Universidade da Califórnia em Berkeley.    Esta resenha pretende apresentar algumas análises do capítulo V, intitulado A reivindicação da não violência, que integra o complexo trabalho desenvolvido por Judith Butler em sua obra Quadros de Guerra. Pretende-se mostrar os principais aspectos de sua escrita e além, obviamente, do tema e conteúdo do capitulo.


Texto completo:

PDF

Referências


BUTLER, Judith. A reivindicação da não violência. Quadros de Guerra: quando a vida é passível de luto. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015, p.233-259.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Virtuajus