O Filósofo Na Casa De Um Homem Justo (segunda parte) (comentários à República 327a-331d)

Jacyntho Lins Brandão

Resumo


Este trabalho, cuja primeira parte foi publicada no número anterior de VirtuaJus, tem como objetivo examinar como, na cena inicial da República de Platão (327a-331d), surgem os temas do homem justo, do modo de vida justo e da justiça em si, que serão explorados na sequência do diálogo. Os comentários têm em vista o texto na sua inteireza, interessando-se pelos recursos dramáticos e poéticos de que lança mão, bem como pelos temas que confluem na exposição inicial (a política, a economia, a herança, a morte, o caráter), chegando na primeira definição de justiça deduzida por Sócrates das palavras de Céfalo (“a justiça, diremos ser assim simplesmente a verdade e o restituir se alguém toma algo de alguém”) e imediatamente posta em xeque pelo filósofo (“também com relação a essas mesmas coisas é possível agir às vezes de um modo justo, às vezes de um modo injusto?”).


Texto completo:

PDF

Referências


AGUSTÍN, San. La ciudad de Dios. Ed. Bilingüe. Traducción de Santos Santamarta del Río y Miguel Fuertes Lanero. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos, 1978.

ANNAS, Júlia. An Introduction to Plato’s Republic. Oxford: Clarendon Press, 1985.

APULÉE. Les métamorphoses. Texte de D. S. Robertson. Traduction de P. Vallette. Paris: Les Belles Lettres, 1965.

AUGUSTO, Maria das Graças de Moraes. Politéia e dikaiosyne: uma análise das relações entre a política e a utopia na República de Platão. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1989.

BRANDÃO, Jacyntho Lins. Diegese em República 392d. Kriterion, v. 116, p. 351-366, 2007.

BRANDÃO, Jacyntho Lins. O jogo e o labirinto no Eutidemo. Revista Filosófica Brasileira, v. 4, n. 3, p. 23-50, 1988.

GOETHE, Johann Wolfgang. Faust, der Tragödie: erster Teil. Herausgegeben von Lothar J. Scheithauer. Stuttgart: Philipp Reclam Jun, 1977.

HESIODE. Théogonie, Les travaux et les jours, Le bouclier. Text établi et traduit par Paul Mazon. Paris: Les Belles Lettres, 1982.

HOMERUS. Homeri Odyssea. Ed. Peter von der Mühl. Leipzig: Teubner, 1984.

HUMPHREYS, Sally C. Filosofia e religião na Grécia: dinâmica de ruptura e diálogo. Classica 3, p. 13-44, 1990.

LANG, Mabel L. The Athenian citizen. Princeton/New Jersey: The American School of Classical Studies at Athens, 1987.

PLATON. La République. Texte établi et traduit par Emile Chambry, avec introduction d‟Auguste Diès. 3. volumes. Paris: Les Belles Lettres, 1932-1948.

SWIFT, Jonathan. As viagens de Gúliver. Tradução de Luzia Maria Martins. Lisboa: Editorial Presença, 1964. p. 266-267.

TUCIDIDE. La guerra del Peloponneso. Edizione con testo greco a fronte a cura de Luciano Canfora. Milano: Mondadori, 2007.

TUCÍDIDES. LÍSIAS, Et al. Contra Eratóstenes em Eloquência Grega e Latina; tradução, introdução e notas liminares de Jaime Bruna – São Paulo, Editora Cultrix, 1968.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Virtuajus