Agravo de Instrumento: Aspectos da Taxatividade do Artigo 1.015 do Código de Processo Civil de 2015

Lucas Rodrigues Silva

Resumo


O presente trabalho de conclusão de curso tem a finalidade de suscitar alguns aspectos da taxatividade do artigo 1.015 do Código de Processo Civil de 2015, isto é, do rol de decisões interlocutórias passíveis de impugnação por meio do recurso de agravo de ins­trumento, principalmente as problemáticas trazidas com este sistema normativo e a res­pectiva projetação de solução. Para atingir o objetivo, é desenvolvido o tema na base versando sobre as decisões jurisdicionais, suas espécies e as que são impugnáveis por meio de recursos, sobretudo a decisão interlocutória, objeto do recurso de agravo de instrumento. Após, é feita uma análise crítica do anteprojeto que deu origem ao Código de Processo Civil de 2015, sem, contudo, retirar, ainda que plenamente criticável, a le­gitimidade da escolha perfeita pelo legislador. Em seguida, é feito o levantamento da divergência sobre a possibilidade de interpretação extensiva do referido dispositivo le­gal, bem como de precedentes referentes à matéria, em especial decisão proferida pelo Superior Tribunal de Justiça. Por fim, é realizada uma crítica com relação a tal decisão jurisdicional e apresentada uma solução menos danosa à segurança jurídica, qual seja, a impetração de mandado de segurança contra decisão interlocutória não agravável por instrumento.


Texto completo:

PDF

Referências


AVILA, Humberto. Segurança jurídica: entre permanência, mudança e realização no direito tributário. 2. ed. São Paulo: Malheiros, 2012.

ANTEPROJETO de lei. Comissão de Juristas Responsável pela Elaboração do Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil. Brasília. Senado Federal. Subsecretaria de Edições Técnicas, 2010. Disponível em: https://bit.ly/2FEK By0.

BRÊTAS, Ronaldo de Carvalho Dias. Processo Constitucional e Estado Democrático de Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 2010.

BRÊTAS, Ronaldo de Carvalho Dias. et. al. Estudo Sistemático do NCPC (Com as alterações introduzidas pela Lei no 13.256, de 4/2/2016). 2. ed. rev. ampl. Belo Horizonte: Editora D´Plácido, 2016.

DELLORE, Luiz. et. al. Hipóteses de agravo de instrumento no novo CPC: os efeitos colaterais da interpretação extensiva. Disponível em: https://bit.ly/2riWTb4. Acessado em: 12 de fevereiro 2018.

GAJARDONI, Fernando. et. al. Agravo de instrumento e seu rol: em defesa da segurança jurídica. Disponível em: https://bit.ly/2ICeqly. Acessado em: 14 de março 2018.

GAJARDONI, Fernando da Fonseca. et. al. 1. ed. Execução e recursos: comentários ao CPC de 2015. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, 2017.

GRAU, Eros Roberto. Por que tenho medo dos juízes: (a interpretação/aplicação do direito e os princípios). 8 ed. São Paulo: Malheiros, 2017.

LEAL, Rosemiro Pereira. Teoria Geral do Processo: primeiros estudos. 12. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Forense, 2014.

MARINONI, Luiz Guilherme. ARENHART, Sérgio Cruz. MITIDIERO, Daniel. Novo Código de Processo Civil Comentado. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015.

NEVES, Daniel Amorim Assumpção. Manual de Direito Processual Civil – Volume único. 9 ed. Salvador: Ed. Juspodivim, 2017.

NEVES, Daniel Amorim Assumpção. Novo Código de Processo Civil – Leis 13.105/2015 e 13.256/2016. 3. ed. rev., ampl. e atual. Rio de Janeiro: Forense, São Paulo: Método, 2016.

NUNES, Dierle; THEODORO JÚNIOR, Humberto; BAHIA, Alexandre Melo Franco; PEDRO, Flávio Quinad. Novo CPC: fundamentos e sistematização. 3. ed. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Forense, 2015.

NOTARIANO JUNIOR, Antônio. Agravo contra as decisões de primeiro grau: de acordo com as recentes reformas processuais e com o CPC/2015. 2. ed. rev., atual. e ampl. Rio de Janeiro: Método. 2015.

ROMÃO, Paulo Freire. Taxatividade do rol do artigo 1.015, do novo Código de Processo Civil: mandado de segurança como sucedâneo do agravo de instrumento?. Publicado na Revista do MPSP. 2016. Disponível em: https://bit.ly/2HTA6ca. Acessado em: 10 de março 2018.

THEODORO JÚNIOR, Humberto. Curso de Direito Processual Civil – Teoria geral do direito processual civil, processo de conhecimento e procedimento comum – vol. 1. 58. ed. rev., atual. e ampl. Rio de Janeiro: Forense, 2017.

WAMBIER, Teresa Arruda Alvim; CONCEIÇÃO, Maria Lucia Lins; RIBEIRO; Leonardo Ferres da Silva; e MELLO, Rogério Licastro Torres de. Primeiros Comentários ao Novo Código de Processo Civil. 2. ed. rev., ampl. e atual São Paulo: Revista dos Tribunais, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Virtuajus

Indexadores: