Gênero, Filosofia e Tempo do Outro. Um Diálogo entre Teorias Feministas do Século XX e XXI e seus Referenciais Ético-filosóficos

  • Magda Guadalupe Santos PUC Minas e UEMG
Palavras-chave: Alteridade, Feminino e Feminismos, Exclusões, Tempo das Mulheres.

Resumo

Neste artigo analisam-se as relações histórico-sociais de uma perspectiva filosófica e feminista. Problematiza-se o alcance das teorias filosóficas contemporâneas ao discutirem sobre alteridade e hospitalidade. Investiga-se, em bases analógicas, o real alcance de tais teorias em relação às mulheres na história do Ocidente. Verifica-se, do ponto de vista dos feminismos, a partir das teorias de Simone de Beauvoir, Julia Kristeva, Luce Irigaray e Judith Butler, qual o valor da vida humana sexualizada e corpórea sob o impacto das exclusões do feminino na cultura.

Biografia do Autor

Magda Guadalupe Santos, PUC Minas e UEMG

 

Referências

ARENDT, Hannah. Origens do Totalitarismo. Tradução de Roberto Raposo. São Paulo Companhia das Letras, [1951] 2012

ASCHER, Carol. Simone de Beauvoir. Mother of us all. Social Text, 17, p.107-9, 1987

Disponível em:

https://www.jstor.org/stable/466481?seq=1#page_scan_tab_contents

Acesso em 23.03.2019

BEAUVOIR, Simone de. Le deuxième sexe. Paris: Gallimard, [1949]1980a

BEAUVOIR, Simone de. O Segundo sexo. Tradução de Sergio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1980.

BEAUVOIR, Simone de. Tout compte fait. Paris: Gallimard, 1972

BEAUVOIR, Simone de. Balanço Final. Tradução de Rita Braga. 3.e. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982

BUTLER, Judith. Bodies that Matter. On the Discursive Limits of Sex. London New York: Routledge, 1993

BUTLER, Judith. Cuerpos que importan. Sobre los límites materiales y discursivos del “sexo. Traducción de Alcira Bixio. 2. ed. Buenos Aires,: Paidós, 2008

DERRIDA, Jacques. Carta à Europa. Dupla Memória. Tradução de Fernanda Bernardo. Revista Filosófica de Coimbra. N. 46 (2014). p. 471-480

DERRIDA, Jacques. Força de Lei. O “Fundamento místico da autoridade”. I. Do Direito à Justiça. Tradução de Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Martins Fontes, 2007. p.1-58

DERRIDA, Jacques. O Monolinguismo do outro ou a Prótese de Origem. Tradução de Fernanda Bernardo. Porto: Campo das Letras, 2001

FALLAIZE, Elizabeht. Simone de Beauvoir and the demystification of woman. Chapter 5, 2007. A History of Feminist Literary Criticism. PLAIN, Gill; SELLERS, Susan (Edit.). Cambridge ; New York : Cambridge University Press, 2007

FEMENÍAS, María Luisa; NOVOA, Silvia Mabel (Coord.). Mujeres en el laberinto de la justicia. V. VI Los ríos subterráneos. Rosario: Prohistoria Ediciones, 2018.

FRIEDAN, Betty. The Feminine Mystique. New York: WW. Norton and Company, 1963.

IRIGARAY, Luce. Speculum de l'autre femme . Paris: Les Éditions de Minuit, 1974 (Collection critique)

KRISTEVA, Julia. Le Temps de femmes in 34/44: Cahiers de recherche de sciences des textes et documents, no.5 (Winter 1979), pp.5-19.

KRISTEVA, Julia. Women’s Time. Translated bu Alice Jardine and Harry Bkake. Signs. Vol. 7, No. 1 (Autumn, 1981).pp. 13-35.

LEVINAS, Emmanuel. Totalidade e Infinito. Tradução de José Pinto Ribeiro. Lisboa: Edições 70, 1988

LEVINAS, Emmanuel. Entre nós. Ensaios sobre a alteridade. Tradução de Pergentino S. Pivatto. Petrópolis: Vozes, 1997

SAFFIOTI, H.I. B. Rearticulando gênero e classe social. In: OLVEIRA, A.; BRUSCINI, C. (Org.). Uma questão de gênero. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos; São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 1992. p. 183-215

SAFFIOTI, H.I. B. Gênero, patriarcado, violência. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2004. (Coleção Brasil Urgente).

SANTA CRUZ, María Isabel. 1997SANTA CRUZ, María Isabel. Feminismo y utopismo. Hiparquia 1997, vol. 9, p. 33-49

Disponível em: http://www.memoria.fahce.unlp.edu.ar/art_revistas/pr.5477/pr.5477.pdf

Acesso em 13.06.2019

Publicado
28-08-2019
Seção
Dossiê Ética, Direito e Meio Ambiente: Interseções e Conexões