TRIBUNAIS ONLINE

Reflexos da pandemia ocasionada pela covid-19 no âmbito dos juizados especiais cíveis e o retrato da inteligência artificial sob a ótica da ética de Perelman

  • Michele Alves de Carvalho
  • Jane Adriana Gomes Costa
Palavras-chave: Inteligência artificial, pandemia, tribunais virtuais, Juizados especiais

Resumo

O presente estuda visa analisar o uso da Inteligência Artificial nos Juizados Especiais Cíveis por meio do aprofundamento do estudo da Lei nº 13.994/20 que alterou em parte a Lei nº 9.099/95 e explicar como a pandemia ocasionada pela Covid-19 contribuiu para a implantação de novas tecnologias nos tribunais de forma urgente e muitas vezes desregrada. Porquanto, tais alterações não foram acompanhadas da adequação dos órgãos judiciais com o desenvolvimento da correta infraestrutura para atendimento das necessidades dos indivíduos, o que por vezes fere os direitos fundamentais e se torna dissonante do modelo processual sincrético que se consolidou após a redemocratização do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AURÉLIO, Marco. Voto – item: Projeto de Resolução: Uso de videoconferência nas sessões de julgamento presencial do Plenário e das Turmas. 26 de março de 2020. Disponível em: https://www.conjur.com.br/dl/voto-marco-aurelio-sessoes.pdf. Acesso em 13 de dezembro de 2020.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BRASIL. Conselho Nacional de Justiça. Justiça em números 2019. Brasília: CNJ, 2019. Disponível em: https://www.cnj.jus.br/wpcontent/uploads/conteudo/arquivo/2019/08justica_em_numeros2019091.pdf. Acesso em: 06 de dezembro de 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado, 1988.

BRASIL. Lei n. 9.099 de 26 de Setembro de 1995. Dispõe sobre os Juizados Especiais Cíveis e Criminais e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 1995. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9099.htm. Acesso em: 11 dez. 2020.

BRASIL. Lei n.11.419, de 19 de dezembro de 2006. Altera a Lei n. 5.869, de 11 de janeiro de 1973. Dispõe sobre a Informatização do processo judicial. Diário Oficial da União, Brasília, 19 de dez de 2006. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11419.htm. Acesso em 30 novembro de 2020.

BRASIL. Lei n.13.105, de 16 de março de 2015. Código de Processo Civil. Diário Oficial da União, Brasília, 2015. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13105.htm. Acesso em 10 de dezembro de 2020.

BRASIL. Lei n. 13.994 de 24 de Abril de 2020. Altera a Lei nº 9.099, de 26 de setembro de 1995, para possibilitar a conciliação não presencial no âmbito dos Juizados Especiais Cíveis. Brasília, DF, Presidência da República, 2020. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2020/Lei/L13994.htm. Acesso em: 11 dez. 2020.

BRASIL. Portaria STJ/GP n. 82 de 11 de março de 2020. Superior Tribunal de Justiça. Regulamenta procedimentos relativos aos servidores que tenham regressado de viagens a localidades afetadas pelo COVID-19. Boletim de serviços do STJ, 12 de março de 2020. Disponível em https://migalhas.uol.com.br/arquivos/2020/3/3167609A452547_portaria-coronavirus-stj.pdf. Acesso em 13 de dezembro de 2020.

BRASIL. Resolução nº 10 de 06 de outubro de 2015. Regulamenta o processo judicial eletrônico no Superior Tribunal de Justiça. Brasília, 2015. Disponível em http://www.stj.jus.br/static_files/STJ/Midias/arquivos/Noticias/Resolu%C3% A7%C3%A3o%20n.%2010-2015%20%20Processo%20Eletr%C3%B4nico.pdf Acesso em: 30 novembro. 2020.

BRASIL. Resolução 313 de 19 de Março de 2020. Conselho Nacional de Justiça. Estabelece, no âmbito do Poder Judiciário, regime de Plantão Extraordinário, para uniformizar o funcionamento dos serviços judiciários, com o objetivo de prevenir o contágio pelo novo Coronavírus – Covid-19, e garantir o acesso à justiça neste período emergencial. Disponível em: https://atos.cnj.jus.br/atos/detalhar/3249. Acesso em: 11 dez. 2020.

março de 2020, modifica as regras de suspensão de prazos processuais e dá outras providências. Disponível em: https://atos.cnj.jus.br/atos/detalhar/3283. Acesso em: 11 dez. 2020.

CAMPOS, Roberto. Globalização: notas sobre um conceito controverso. Jornal Folha de São Paulo Online: São Paulo, 1997. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1997/5/11/brasil/3.html. Acesso em: 11 dez. 2020.

DAHRENDORF; Ralf. A lei e a Ordem. Rio de Janeiro: Instituto Liberal. 1997.

Enunciados. FONAJE. Disponível em: http://fonaje.amb.com.br/enunciados/. Acesso em: 11 de dez. 2020.

MINAS GERAIS. Portaria Conjunta n. 963/PR/2020 de 26 de Abril de 2020. Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Prorroga, até o dia 15 de maio de 2020, as medidas e normas estabelecidas para prevenção ao contágio pelo Coronavírus (COVID-19) no Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais, de que tratam as Portarias Conjuntas da Presidência nº 952, de 23 de março de 2020, e alterações seguintes, e nº 957, de 28 de março de 2020, nos termos da Resolução do Conselho Nacional de Justiça - CNJ nº 314, de 20 de abril de 2020. Disponível em:http://site.serjusmig.org.br/uploads/serjusmig_2015/arquivos/Portaria%20Conjunta%20da%20Presid%C3%Aancia%20n.%20963-2020.pdf. Acesso em: 11 de dez. 2020.

MINAS GERAIS. Nota complementar 1/2020 de 26 de março de 2020. Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Considerando o disposto no art. 15 da Portaria Conjunta nº 952/PR/2020, bem como o que constou do Processo do Sistema Eletrônico de Informações - SEI nº 0035684- 51.2020.8.13.0000. Diário Judiciário Eletrônico, 26 de março de 2020. Disponível em:http://www.tjmg.jus.br/lumis/portal/file/fileDownload.jspfileId=8A80BCE57118479001713B4F1D1A0FDC. Acesso em 13 de dezembro de 2020.

NUNES, Dierle; FARIA, Guilherme Henrique Lage; PEDRON, Flávio Quinaud. Hiperoralidade em tempos de covid-19. Revista consultor Jurídico, 2020. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2020-jun-16/nunes-faria-pedron-hiperoralidade-tempos-covid-19. Acesso em: 11 de dez. 2020.

NUNES, Dierle; MARQUES, Ana Luiza Pinto Coelho. Inteligência artificial e direito processual: vieses algorítmicos e os riscos de atribuição de função decisória às máquinas. Revista de Processo, v.285, p. 421-447, nov.2018.

NUNES, Dierle; MARQUES, Ana Luiza Pinto Coelho; RODRIGUES, Larissa Holanda Andrade. Regime de plantão extraordinário e tribunais online em tempos de corona vírus e seus efeitos no direito processual: presente e futuro. In: CRUZ, Álvaro Ricardo de Souza; PEREIRA, Maria Fernanda Pires de Carvalho. A pandemia e seus reflexos jurídicos. Belo Horizonte: Arraes Editores, 2020 Cap. 21, p. 345-359.

PERELMAN, Chaim. Lógica jurídica. São Paulo: Martins Fontes. 2000.

PERELMAN, Chaim. Ética e Direito. São Paulo: Martins Fontes. 1996.

Publicado
24-08-2021
Seção
Artigos de Discentes e Egressos