Modernidade e moderno: temas para debater o espaço - DOI: 10.5752/P.2316-1752.2013v20n27p10

  • Luciano Torres Tricárico
Palavras-chave: Modernidade, moderno, espaço

Resumo

A urbanística e arquitetura modernas podem encontrar namodernidade fatos para explicar o colapso de sua promessa.Apresentam-se aqui alguns temas para se debater a epistemologiado espaço, tais como fases de produção, o ideal de Estado,tempo, futuro, técnicas, vanguarda e especialização e a cidadecomo linguagem. A conclusão dessa discussão sintetizaque a relação entre sujeito e objeto na modernidade pode seruma generalização que expõe a efetiva frustração do moderno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Torres Tricárico

Tem graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (1999), graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994), mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2004) e doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2008). Atualmente é professor e pesquisador da Universidade do Vale do Itajaí (Curso de Graduação de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Turismo e Hotelaria; tecnólogo em Design de Interiores; especialização em Design de Interiores e Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hotelaria). Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Planejamento e Projeto do Espaço Urbano, atuando principalmente nos seguintes temas: urbanização, urbanização em São Paulo, cultura, patrimônio, paisagismo, arquitetura e bandeirantismo paulista.

Referências

ARGAN, Giulio Carlo. Projeto e destino. São Paulo: Ática, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da Pós-modernidade. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: Unesp, 1991.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992.

KURZ, Robert. O colapso da modernização. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

LEFEBVRE, Henri. Espaço e política: o direito à cidade. São Paulo: Documentos, 1969.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2004.

MAGALHÃES, Sérgio F. A cidade na incerteza. Rio de Janeiro: Viana e Mosley, 2007.

PEREIRA, Luiz Carlos Bresser. A sociedade estatal e a tecnoburocracia. São Paulo: Brasiliense, 1977.

PRIGOGINE, Ilya; STENGERS, Isabelle. Entre o tempo e a eternidade. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SILVEIRA, Lauro F. B. da. Sombras da cidade radiosa. In: Sinopses, n. 19, jun. 1993. São Paulo: FAU USP, p. 45-49.

SOJA, Edward W. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Zahar, 1993.

Publicado
12-12-2013