PAISAGENS CULTURAIS: FRAGILIDADES DE PRESENÇAS IMPRESCINDÍVEIS

  • Margareth de Castro Afeche Pimenta Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Paisagens culturais. Políticas patrimoniais. Cultura. Memória. Lugar.

Resumo

As Paisagens Culturais, introduzidas recentemente no Brasil, devem suscitar amplas coadjuvações
de ajustamento. Visando a proteger também os grupos tradicionais inseridos em seu ambiente, significam
um desafio diante das tendências econômicas hegemônicas. Daí decorre sua importância,
mas também sua vulnerabilidade. A deriva desse conceito poderia obstaculizar a efetividade das
políticas públicas nas diversas escalas territoriais, contrariando sua potencialidade de valorização das
práticas socioculturais espacializadas, da memória histórica e da identidade dos lugares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margareth de Castro Afeche Pimenta, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora pela Universidade de Paris
IV - Sorbonne, mestra pela COPPE-
-UFRJ, arquiteta e urbanista pela FAU-
-USP, professora do Departamento de
Arquitetura e Urbanismo e da Pós-Graduação
em Geografi a da Universidade
Federal de Santa Catarina, coordenadora
do Núcleo Cidadhis-CNPq-UFSC.
Publicado
20-12-2016
Seção
Artigos