Liberdade de des-fundamentar: uma abordagem de sobre A essência do fundamento (1929) de Martin Heidegger

  • Thiago Gandra do Vale UFOP
  • Luciana da Costa Dias Universidade Federal de Ouro Preto

Resumo

Este artigo aborda o problema do fundamento, tematizado por Heidegger ao realizar específicas análises sobre alguns filósofos que lhe foram antecessores. Com isto, Heidegger demonstra a ausência de fundamento ou de apoio último para o pensamento. Diante dessa problemática, acenamos também para a solução que esse autor nos dá como interpretação possível e que aponta, sobretudo, para os caminhos da liberdade.

This article addresses the grounding problem, which Heidegger approaches while analyzing some of his predecessor philosophers. With this in mind, he shows that there is neither ground, nor ultimate support for thinking. Therefore, the author's solution is shown as a possible interpretation and, above all, as the one that points out to the paths of freedom.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Gandra do Vale, UFOP
Mestrando em Estética e Filosofia da Arte pela Universidade Federal de Ouro Preto
Luciana da Costa Dias, Universidade Federal de Ouro Preto
Doutora em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Professora da Universidade Federal de Ouro Preto
Publicado
22-12-2014
Como Citar
Vale, T. G. do, & Dias, L. da C. (2014). Liberdade de des-fundamentar: uma abordagem de sobre A essência do fundamento (1929) de Martin Heidegger. Sapere Aude, 5(10), 241-252. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/SapereAude/article/view/8803
Seção
ARTIGOS/ARTICLES: DOSSIÊ/DOSSIER