Migrações de Legados Governamentais:

Análise do Processo e Criação de um Modelo de Avaliação para a Utilização de Microservices no Ciclo de Vida do Software

  • Isabela Carolina Ribeiro Santos Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Fabio Leandro Rodrigues Cordeiro Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Microservices, Sistemas legados, Migração de sistemas, Sistemas governamentais

Resumo

Em virtude do contexto organizacional, a maioria das migrações de legados no setor público ocorrem quando a tecnologia perde suporte. Isso dificulta as evoluções nos aspectos do software e leva à criação de sistemas pouco escaláveis, que não atendem as necessidades do usuário. Isto posto, o presente trabalho propõe a arquitetura de microservices para as atualizações de sistemas governamentais. Seu objetivo é criar um modelo de avaliação que forneça parâmetros para a adesão da arquitetura nos processos de migrações dessas aplicações. Para tal, foi realizado um estudo de caso que investigava a relação do setor com os cenários gerados pelas conjunturas institucionais, criado o modelo e realizado uma pesquisa de opinião para validação dele. Os resultados do estudo mostraram que o modelo, mesmo não contemplando alguns aspectos relevantes para a execução de um projeto de software, pode contribuir para a adesão da arquitetura e para a concessão de sistemas melhores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabela Carolina Ribeiro Santos, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Graduanda em Sistemas de Informação pela PUC Minas - Barreiro, Brasil.

Fabio Leandro Rodrigues Cordeiro, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Professor do Instituto de Ciências Exatas e de Informática da PUC Minas, Brasil.

Publicado
12-11-2023
Como Citar
Santos, I. C. R., & Cordeiro, F. L. R. (2023). Migrações de Legados Governamentais: . Abakós, 11(2), 5-30. https://doi.org/10.5752/P.2316-9451.2023v11n2p5-30
Seção
Artigos completos / Full papers