ARTERITE DE TOKAYASU: O IMEMORIAL EM AS VISITAS DO DR. VALDEZ, DE JOÃO PAULO BORGES COELHO

  • Luiz Cláudio Luciano França Gonçalves PUC Minas
Palavras-chave: Memória. Pessoalidade. Impessoalidade.

Resumo

Este ensaio tem como finalidade propor  uma leitura de As visi­tas do Dr.Valdez, de João Paulo Borges Coelho, orientada  pelo trânsito pessoalidade-impessoalidade da memória como cate­ goria narrativa  que interfere  na obra  enquanto  realidade im­ ponderável e revolucionária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CÂNDIDO, Antônio (Org.). A personagem de ficção. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 1974.

COUTO, Mia. Na berma de nenhuma estrada. In: COUTO, Mia. Na berma de nenhuma estrada. Lisboa: Caminho, 2001. p. 117 -122.

COUTO, Mia. Prostitu ição a ud it i va. In: COUTO, Mia. Na berma de nenhu­ma estrada. Lisboa: Ca minho, 2001. p. 71-80.

MELO, João. Imitação de Sartre e Simone de Beauvoir. In: MELO, João. Imitação de Sartre e Simone de Beauvoir. Luanda: Caminho, 1999. p. 79-86.

MOMPLÉ, Lília. Stress. In: MOMPLÉ, Lília. Os olhos da cobra verde. Maputo: Associação dos Escritores Moçambicanos, 1997. p. 7-19.

Publicado
11-05-2017
Como Citar
Gonçalves, L. C. L. F. (2017). ARTERITE DE TOKAYASU: O IMEMORIAL EM AS VISITAS DO DR. VALDEZ, DE JOÃO PAULO BORGES COELHO. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (16), 152-163. Recuperado de https://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoscespuc/article/view/14667