O esplendor ilusório em um discurso derramado

Palavras-chave: Leite Derramado. Chico Buarque. Esplendor Ilusório. Nietzsche. Freud.

Resumo

Este artigo busca analisar o jogo de linguagem empregado no discurso do narrador do romance Leite Derramado, de Chico Buarque, com apoio nos textos “A negativa”, de Freud, e “Sobre verdade e mentira no sentido extramoral”, de Nietzsche. O objetivo da leitura consiste em mostrar de que maneira a verdade e a mentira, já tematizadas pelo artista no poema-canção “Verdadeira embolada”, encontram-se entrelaçadas nessa obra literária. O que suscita a reflexão sobre como as astúcias da palavra foram utilizadas para expor e desmascarar um
figurão brasileiro a partir de sua confissão involuntária. 

Palavras-chave: Leite Derramado. Chico Buarque. Esplendor Ilusório. Nietzsche. Freud.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexsandra Loiola Sarmento, Professora da Universidade de Montes Claros - UNIMONTES. Doutora LIteraturas de LínguaPortuguesa. Bolsista FAPEMIG.

Doutora em Letras, com área de concentração em Literaturas de Língua Portuguesa, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas (2015); possui mestrado em Letras, com área de concentração em Literatura Brasileira, pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora - CES/JF (2009) e licenciatura em Letras/Português, pela Universidade Estadual de Montes Claros (2001). Professora no curso de Letras da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, possui experiência no ensino de Português e Literatura Brasileira na educação básica e também no ensino e pesquisa em Letras na educação superior.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoiévski. 5. ed. Tradução de Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

BUARQUE, Chico. Leite Derramado. São Paulo: Companhia das letras, 2009.

DAMATTA, Roberto. “Teoria e prática do ‘Sabe com quem está falando?’”. In: Carnavais, malandros e heróis: Para uma sociologia do dilema brasileiro. 6. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1997, p. 187-248.

FREYRE, Gilberto. Casa-grande e senzala. Formação da família brasileira sob o regime patriarcal. 51. ed. São Paulo: Global, 2006.

FREUD, Sigmund. A negativa. In: FREUD, S. O ego e o id e outros trabalhos (1923-1925) V. XIX. Tradução de Jayme Salomão. Rio de Janeiro: Imago, 2006, p. 263-269.

NIETZSCHE, Friedrich Wilheln. Sobre verdade e mentira no sentido extra-moral. In: NIETZSCHE, F.W. Sobre verdade e mentira. Organização e tradução de Fernando de Morais Barros. São Paulo: Hedra, 2007, p. 25-52.

SCHWARZ, Roberto. Leite Derramado. Brincalhão, mas não ingênuo. In: Folha de S.Paulo. 04/04/09. Disponível em: http://criticadialetica.blogspot.com/leite-derramado.html. Acesso em: 15/10/11.

SCHWARZ, Roberto. Um mestre na periferia do capitalismo. 3. ed. São Paulo: 34, 1997.

Publicado
07-11-2016
Como Citar
Sarmento, A. L. (2016). O esplendor ilusório em um discurso derramado. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (28), 118-127. https://doi.org/10.5752/P2358-3231.2016n28p118
Seção
Literatura e Psicanálise