A interdisciplinaridade: o olhar da Análise do Discurso e a Psicologia de Freud

  • Juliana Lopes Melo Ferreira Sabino Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Doutoranda. Bolsista CAPES.
Palavras-chave: Psicologia. Análise do Discurso. Jornal Sensacionalista. Interdisciplinaridade. Freud.

Resumo

O presente estudo busca estabelecer um diálogo entre duas áreas do conhecimento, a de Letras, em especial, a Análise do discurso francesa e o olhar da Psicologia de Freud, áreas cujo diálogo poderá permitir uma análise reflexiva sobre as diferentes abordagens possíveis de um objeto que, em si, é marcado pela complexidade. O nosso corpus selecionado para este estudo busca refletir sobre um dos episódios do programa “Jornal Sensacionalista”, transmitido pelo canal televisivo Multishow. Propomos uma abordagem discursiva da linguagem, a transgressão de gêneros – o discurso/programa humorístico com formato de um telejornal - e o desenvolvimento psicológico da mulher a partir das contribuições de Freud, ao discutirmos a dupla jornada da mulher tanto no episódio
quanto em uma matéria da revista Isto é. Analisaremos essa rede de fazer e refazer, em que “textos” outrora distantes se aproximam. Mais que uma relação entre pessoas, a interação que se percebe está entre visões de mundo, entre discursos etc., formando o interdiscurso, isto é, relação entre enunciados. Discutiremos sobre a recorrência ao humor nesse programa, que talvez possa ser um modo mais eficaz de criticar indiretamente as instâncias do poder e os fatos que ocorrem no mundo, possibilitando a seu público o acesso a assuntos do mundo que de outra forma, a séria, possivelmente, não poderiam ser discutidos. Acreditamos que as contribuições da Psicologia social, especificamente a abordagem sobre a noção de feminino, atrelada às relações afetivas, de reprodução e trabalhista da mulher poderão corroborar as discussões tecidas ao longo deste estudo.


Palavras-chave: Psicologia. Análise do Discurso. Jornal Sensacionalista. Interdisciplinaridade. Freud.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Lopes Melo Ferreira Sabino, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Doutoranda. Bolsista CAPES.
Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC-MG (2018). Mestre em Estudos de Linguagens pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (2011). Atuou como professora de Língua Portuguesa e Literatura (curso técnico) e Estudos de Linguagens I e Sociolinguística (graduação Letras) do CEFET-MG, e membro do Laboratório de Pesquisas Interdisciplinares em Informação Multimídia (PIIM-Lab) e CAPTE - Centro de apoio a pesquisas sobre televisão (CEFET-MG). Atuou como professora de ensino superior na Fundação Helena Antipoff, nas disciplinas Fundamentos da Linguística e Morfossintaxe. Atuou como professora da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), no curso de Letras, com as seguintes disciplinas: Fundamentos da Linguística; Morfossintaxe I; Estilística e Semântica I; Língua Latina; Literatura Greco-Latina I; Literatura Greco-Latina II; Filologia Românica; Literatura Infanto-Juvenil; Fonética e Fonologia da Língua Portuguesa; Estudos Filológicos. Atualmente leciona na UEMG as disciplinas: Estudos Filológicos; Filologia Românica; Fundamentos da Linguística; Morfossintaxe I. Possui graduação em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC-MINAS (2006). Tem experiência em elaboração e execução de Projetos Pedagógicos, e na área de Lingüística, com ênfase em Análise do Discurso.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo:Editora Hucitec, 2010.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. Tradução de Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAZERMAN, C. Gêneros textuais, tipificação e interação.São Paulo: Cortez, 2005.

CANAL MULTISHOW. Mãe de família comete crime só para

ser presa e passar um tempo sozinha. Disponível em: http:// www.sensacionalista.com.br/2012/09/25/mae-de-familiacomete-crime-so-para-ser-presa-e-passar-um-tempo-sozinha/. Acesso em: 07 de junho de 2014.

CHARAUDEAU, Patrick. Visadas discursivas, gêneros situacionais e construção textual. In: MACHADO, Ida Lúcia; MELLO, Renato de (Org.). Gêneros: Reflexões em Análise do Discurso. Belo Horizonte: NAD/FALE/UFMG, 2004. p.13-41.

ECO, Umberto. “TV: la transparence perdue”. ECO, Umberto. La guerre du faux. Paris: Grasset, 1985, p.141-158.

FREUD, S. A feminilidade. In: FREUD, S. Novas conferências introdutórias, Conf. XXXIII. Edição Standard Brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro Imago, 1976, p.158. v.XXII.

FREUD, S. Algumas consequências psíquicas da distinção anatômica entre os sexos. In: FREUD, Sigmund. Edição Standard Brasileira das obras psicológicas completas de

Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1925. v.XIX. p. 303 - 320.

FREUD, S. Moral sexual civilizada e doença nervosa moderna.In: FREUD, Sigmund. Edição Standard Brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1976, v.IX, p.200.

FREUD, S. Lecture XXXIII: On Femininity,New Introductory Lectures on Psychoanalysis, ed. James Strachey, Nueva York, Norton, 1933, pp. 134-45.

FREUD, S. Os primeiros psicanalistas. In: FREUD, S. Ata (I) da Sociedade Psicanalítica de Viena. Paris: Gallimard, 1979, p.220.

MACHADO, Ida Lúcia. A paródia: uma estratégia de provocação Conferência realizada no III Simpósio Internacional de Análise do Discurso – FALE, UFMG. 4 abr. 2008.

REVISTA ISTO É. O desafio de ser mãe. Disponível em:http://www.istoe.com.br/reportagens/3782_O+DESAFIO+DE+SER+MAE. Acesso em: 07 de junho de 2014.

SOBRAL, Adail. Ver o mundo com os olhos do gênero. In: SOBRAL, Adail. In. Do dialogismo ao gênero: As bases do pensamento do Círculo de Bakhtin. Campinas: Mercado de Letras, 2009. p.115-133.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Tradução de Caio Meira. Ed. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.

VOLOCHINOV, V. N; BAKHTIN, M. A interação verbal. In: VOLOCHINOV, V. N; BAKHTIN, M. Marxismo e Filosofia da Linguagem. Tradução Michel Lahud e Yara F.Vieira. São Paulo: Hucitec, 1995. p.110-127.

Publicado
07-11-2016
Como Citar
Sabino, J. L. M. F. (2016). A interdisciplinaridade: o olhar da Análise do Discurso e a Psicologia de Freud. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (28), 211-222. https://doi.org/10.5752/P.2358-3231.n28p211-222
Seção
Literatura e Psicanálise