As margens da voz e da loucura em “Sorôco, sua mãe, sua filha”, de Guimarães Rosa

  • Erich Soares Nogueira Faculdades de Campinas (FACAMP). Doutor em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas.
Palavras-chave: Guimarães Rosa. Voz. Sorôco. Loucura. Primeiras estórias.

Resumo

A comunicação tem por objetivo expor as relações entre voz, linguagem literária e composição ficcional em um conto de Guimarães Rosa, “Sorôco, sua mãe, sua filha”, abordando a questão da loucura expressa no “canto sem razão” das duas personagens femininas referidas no título. A análise atenta de algumas passagens dessa narrativa de Primeiras estórias leva-nos a escutar as margens extremas que a voz associada à loucura pode alcançar. Por um lado, essa voz ecoa desde a mais absoluta carência de sentido em uma cantiga que “não vigorava certa nem no tom, nem no se-dizer da palavra”; por outro, esse mesmo canto será capaz de reagregar os laços mais vitais de uma comunidade sertaneja. O surpreendente nesse conto de Guimarães Rosa é o fato de ele condensar, em suas poucas páginas, uma voz que ressoa, a um só tempo, aquém e além do sentido que comumente conferimos somente à palavra ou à lógica da linguagem. Para desenvolver essas questões, recorre-se também a alguns teóricos que, nas últimas
décadas, pensaram a questão da voz associada ou não à palavra.


Palavras-chave: Guimarães Rosa. Voz. Sorôco. Loucura. Primeiras estórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erich Soares Nogueira, Faculdades de Campinas (FACAMP). Doutor em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas.
Bacharel e Licenciado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas (1997 e 2001). Mestre (2004) e Doutor (2014) em Teoria e História Literária pela mesma Universidade. Desenvolve pesquisa nas áreas de Literatura Brasileira e Teoria Literária, especialmente sobre a obra de João Guimarães Rosa; sobre as relações entre Voz, Linguagem e Narração; sobre Vocalidade, Oralidade e Teoria da Prosa. Apresenta e publica sua investigação científica há mais de dez anos, em eventos acadêmicos, periódicos e capítulos de livros. É autor do livro "Os Sentidos da Voz: Vocalidade em Guimarães Rosa", publicado pela Edusp em 2018. É professor de Literatura e Língua Portuguesa desde 1997, atuando em diferentes níveis do ensino. Lecionou na graduação (Universidade de Mogi das Cruzes e Unipinhal) e na pós-graduação (UNITAU). Desde 2006, é professor de Língua Portuguesa, Leitura e Produção de Texto na Faculdades de Campinas (FACAMP).

Referências

CAVARERO, Adriana. Vozes Plurais – filosofia da expressão vocal. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

DOLAR, Mladen. A voice and nothing more. Cambridge: MITpress (short circuits), 2006.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Para trás da serra do mim. Scripta. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, v.5, n.10, p.210-217, 2002.

ROSA, João Guimarães. Primeiras estórias. In: ROSA, João Guimarães. Ficção Completa. v.2, Rio de Janeiro: Nova Aguilar,1995.

ROSA, João Guimarães. Grande sertão: veredas. 27ª ed., Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.

ROSA, João Guimarães. Estas estórias. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001a.

ROSA, João Guimarães. No Urubuquaquá, no Pinhém. 9ª ed.Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001b.

ROSENBAUM, Yudith. Guimarães Rosa e canto da desrazão. Revista Ângulo. Fatea, Lorena, n.115, p.150-158, out/dez 2008.

SARAIVA, F. R. dos Santos. Novíssimo dicionário latinoportuguês: etimológico, prosódico, histórico, geográfico, mitológico, biográfico, etc. 10ª ed. Rio de Janeiro: Garnier, 1993.

ZUMTHOR, Paul. Introdução à poesia oral. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

Publicado
07-11-2016
Como Citar
Nogueira, E. S. (2016). As margens da voz e da loucura em “Sorôco, sua mãe, sua filha”, de Guimarães Rosa. Cadernos CESPUC De Pesquisa Série Ensaios, (28), 5-13. https://doi.org/10.5752/P2358-3231.2016n28p5