Quando a peregrinação se torna produto midiático

narrativa, experiência e midiatização no Caminho de Santiago

  • Marco Túlio de Sousa Universidade do Estado de Minas Gerais, Centro Universitário Adventista de São Paulo
  • Ana Paula da Rosa Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Resumo

Séculos atrás, peregrinos do Caminho de Santiago de Compostela eram desprovidos do contato com o lar por longos períodos enquanto estavam na rota. O relato da experiência era compartilhado com familiares e amigos apenas no retorno. A partir do século XX, telefones fixos, computadores conectados à internet e celulares reduziram o tempo necessário para compartilhamento dessa experiência com o mundo externo. Ao analisar narrativas de peregrinação publicadas na internet (Facebook, blogs), a pesquisa infere que a experiência íntima dos peregrinos converteu-se em produto midiático que, quando em circulação midiática, interfere tanto na construção da narrativa quanto no modo de vivenciar a experiência no Caminho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
04-04-2023
Como Citar
SOUSA, M. T. DE; ROSA, A. P. DA. Quando a peregrinação se torna produto midiático. Dispositiva, v. 12, n. 21, p. 196-215, 4 abr. 2023.