Um só, três filmes:

Produção de sentido entre episódios da "Trilogia das Cores", de Krzysztof Kieślowski

Palavras-chave: comunicação, audiovisual, cinema, Kieślowski, Trilogia das Cores

Resumo

Um só, três filmes propõe-se a investigar a produção de sentido na Trilogia das Cores, do diretor polonês Krzysztof Kieślowski (1941-1996), a partir das relações entre os filmes que a compõem. O objetivo é entender como eles operam na constituição da trilogia e defender a tese de que há um só filme, cujos sentidos tornam-se transparentes justamente conforme as relações que podem ser percebidas entre aspectos ora recorrentes ora dissonantes presentes em cada um dos filmes. Para tanto, problematiza-se a noção de trilogia em séries diacrônicas para, ao adotar a perspectiva da sincronia, identificar cenas dos três filmes cujos sentidos somente podem ser alcançados quando postas em relação intersemiótica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Fabricio Flores da Cunha, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutorando e mestre em Comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Referências

BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução de Padre João Ferreira D’Almeida. Londres, 1819.

BÍBLIA. Inglês. Bíblia sagrada. Tradução do Rei James. Londres, 2011.

CINECUBE. Through a Glass Darkly (Såsom i en spegel) – Ingmar Bergman (1961). Cinecube, 8 maio 2012. Disponível em: http://cinecube.wordpress.com/2012/05/08/through-a-glass-darkly-sasom-i-en-spegel-ingmar-bergman-1961/. Acesso em: 31 ago. 2023.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia – vol. 1. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2011.

JACOB, Irène. Comentário. In: A FRATERNIDADE É VERMELHA. Direção: Krzysztof Kieślowski. 1994. 1 DVD (96 min.), son., color, legendado. Tradução de: Trois Couleurs: Rouge.

KARMITZ, Marin. Comentário. In: A LIBERDADE É AZUL. Direção: Krzysztof Kieślowski. 1993. 1 DVD (97 min.), son., color, legendado. Tradução de: Trois Couleurs: Bleu.

KIEŚLOWSKI, Krzysztof. Kieślowski on Kieślowski. Londres: Faber and Faber, 1993.

KIEŚLOWSKI, Krzysztof. I’m so so. Stuttgart: Academia de Artes, 1998.

KIEŚLOWSKI, Krzysztof. A Lição de Cinema de Kieslowski. In: A FRATERNIDADE É VERMELHA. Direção: Krzysztof Kieślowski. 1994. 1 DVD (96 min.), son., color, legendado. Tradução de: Trois Couleurs: Rouge.

LATEK, Stanislaw. Le cinéma selon Kieslowski: Bleu. YouTube. 2013. Disponível em : http://www.youtube.com/watch?v=-2ts9kg2ME0. Acesso em: 31 ago. 2023.

MARTINS, Andréa França. Cinema em azul, branco e vermelho: a trilogia de Kieslowski. Rio de Janeiro: Sette Letras, 1996.

NEWALL, Paul. Kieślowski's Three Colours Trilogy. The Galilean, 2005. Disponível em: http://www.galilean-library.org/site/index.php/page/index.html/_/essays/literatureandfilm/kieslowskis-three-colours-trilogy-r84. Acesso em: 31 ago. 2023.

NICHOLS, Peter. HOME VIDEO – The True Colors of a Director. The New York Times, 14 mar. 2003. Disponível em: http://www.nytimes.com/2003/03/14/movies/home-video-the-true-colors-of-a-director.html. Acesso em: 31 ago. 2023.

Publicado
18-12-2023