Refletindo o ensino da Anatomia Humana

  • Antônio Mourthé Filho PUC Minas.
  • Marco Aurélio dos Santos Borges PUC Minas.
  • Isabella Pires Ramos de Figueiredo PUC Minas.
  • Maria Isabel de Oliveira e Britto Villal PUC Minas.
  • Paulo Franco Taitson Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
Palavras-chave: Anatomia. Ensino. Aprendizagem. Práticas Investigativas.

Resumo

A Anatomia Humana é uma disciplina clássica para todos os cursos da saúde. Os estudantes geralmente cursam
esta disciplina no primeiro ano de estudo universitário e imediatamente compreendem que o seu conhecimento é
essencial para o bom entendimento das estruturas corporais e demais disciplinas ao longo do curso. Nos dias
atuais a maioria dos cursos de graduação na área de saúde possui uma carga horária diferenciada para o ensino
da anatomia. No método tradicional de educação, a aula expositiva é, sem dúvida, uma das técnicas mais comuns
e clássicas de instrução. Uma importante vantagem é que, na exibição oral, é muito fácil ao comunicador
imprimir sua admiração sobre o tema, aumentando o interesse dos universitários em aprender. Compreender a
nomenclatura e a localização das estruturas específicas do corpo humano fundamenta a transmissão de
conhecimentos e experiências para que ocorra uma melhor aprendizagem. No passado, a Anatomia estudava a
estrutura e o desenvolvimento do indivíduo sob os aspectos macro, meso e microscópio do corpo humano.
Atualmente, em vários países e por diversos motivos, o estudo anatômico limita-se a morfologia macroscópica
do corpo humano. A experiência permite observar que os alunos aprendem mais quando as formas práticas de
aprendizado são variadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Mourthé Filho, PUC Minas.
Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da PUC Minas. Professor do ICBS/PUC Minas.
Marco Aurélio dos Santos Borges, PUC Minas.
Aluno do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da PUC Minas.
Isabella Pires Ramos de Figueiredo, PUC Minas.
Aluna do Curso de Graduação em Enfermagem da PUC Minas.
Maria Isabel de Oliveira e Britto Villal, PUC Minas.
Aluna do Programa de Pós-Graduação em Odontologia (Mestrado Acadêmico) da PUC Minas.
Paulo Franco Taitson, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
O Professor Paulo Franco Taitson - taitson@pucminas.br Especialização em Anatomia Humana (1999), Especialização em Reprodução Humana (1995), Mestrado (2001), Doutorado (2005). O doutorado versou sobre a epidemiologia da infertilidade masculina. O primeiro Pós-Doutorado foi em Reprodução Humana pelo Instituto de Ginecologia da UFRJ em 2007. O segundo Pós-Doutorado foi em em Medicina e Bioética pela Faculdade de Medicina da UFRGS em 2014. Professor Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Líder do grupo de pesquisa "Anatomia Funcional do Aparelho Urogenital" do CNPq. Editor Adjunto do JBRA Assisted Reproduction, membro do Corpo editorial dos periódicos: Journal of Assisted Reproduction and Genetics, Andrology & Gynecology: Current Research; Andrology, Reproducción Humana e Revista HCPA (Hospital das Clínicas da UFRGS). Revisor do Journal of Assisted Reproduction and Genetics, Basic Sciences of Medicine, Andrologia (Berlin) e Revisor do Brazilian Journal of Morphological Science. Publicou 80 artigos em periódicos especializados. Possui 10 capítulos de livros e 3 livros publicados. Possui 76 itens de produção técnica. Em suas atividades profissionais interagiu com 90 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. É professor em nível de graduação e pós-graduação strictu sensu. É avaliador de cursos do MEC. Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da PUC Minas. Dedica-se a Anatomia Humana, Reprodução Humana e Bioética.
Publicado
20-10-2016
Seção
ARTIGOS/ARTICLES