Custos do tratamento de úlceras por pressão em unidade de cuidados prolongados em uma instituição hospitalar de Minas Gerais

  • Alessandra Moreira Costa PUC Minas.
  • Ana Carolina Silva Matozinhos PUC Minas.
  • Patrícia dos Santos Trigueiro PUC Minas.
  • Renata Cristina Gonçalves Cunha PUC Minas.
  • Luzimar Rangel Moreira PUC Minas.
Palavras-chave: Úlcera por pressão, Custos, Curativos e Coberturas.

Resumo

A úlcera por pressão (UP) é um problema relevante em instituições hospitalares, pois a internação para otratamento aumenta o sofrimento do paciente, os custos e o tempo de hospitalização. O estudo tem por objetivoanalisar os custos dos materiais utilizados no tratamento das UP e o perfil dos pacientes internados no mês deFevereiro de 2013. Trata-se de um estudo observacional realizado em um hospital de extra porte de MG, emunidade de Cuidados Paliativos e Cuidados Prolongados. Após critérios de inclusão, 40 pacientes foramselecionados. Prevaleceram os homens, pardos, solteiros, idosos, diabéticos, hipertensos e com outras doençascrônicas degenerativas.Em sua maioria, são procedentes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) eapresentam permanência maior que trinta dias no setor. Em relação às UP, 60% dos pacientes admitidos já eramportadores. Entre as regiões mais afetadas, têm-se a sacral (55%) e a trocantérica (30%) e a cobertura maisutilizada para tratá-las foi o hidrogel com alginato de cálcio. As UP, em sua maioria (77,5%) foram classificadasem categoria IV. O custo com material para tratamento foi calculado em torno de R$36.629,95 por paciente/mêse de R$445.664,38 anuais. O custo para o hospital se eleva proporcionalmente ao número de pacientes queapresentam UP e se os recursos disponíveis forem usados inadequadamente. Considerando o alto investimentoneste tratamento, é importante controlar os materiais necessários nos cuidados das UP, afinal, as ações devem servoltadas para a diminuição dos custos, além de proporcionar redução do sofrimento e assistência humanizada aessespacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Moreira Costa, PUC Minas.
Acadêmica de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
Ana Carolina Silva Matozinhos, PUC Minas.
Acadêmica de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
Patrícia dos Santos Trigueiro, PUC Minas.
Acadêmica de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
Renata Cristina Gonçalves Cunha, PUC Minas.
Acadêmica de Enfermagem da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.
Luzimar Rangel Moreira, PUC Minas.
Possui Mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal de Minas Gerais (1999). Enfermeira da Rede Sarah de Hospitais de 1986 a 1999. Sócia proprietária da Enf-service - Serviços Especializados de Enfermagem. Professor Assistente III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, disciplina de Estágio Supervisionado I e II. Especialista em Gerontologia pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia - SBGG. Orienta trabalhos de conclusão do curso de especialização em trauma, emergência e terapia intensiva para enfermeiros da Reanimação - Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais; do Curso de Terapia Intensiva da Faculdade São Camilo; do Curso de Especialização em Saúde da Família do IEC - Sete Lagoas - PUC-Minas. Membro do Camitê de Etica da PUC-Minas. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase nos seguintes temas: Assistência ao paciente cirúrgico, fundamentos de enfermagem, assistência domiciliar ao idoso e traumatismo raquimedular.

Referências

- Guideline European Pressure Ulcer Advisory

Panel and National Pressure Ulcer Advisory

Panel. Prevention and treatment of pressure

ulcers: quick reference guide. Washington

DC: National Pressure Ulcer Advisory Panel;

- Blanes L, Duarte IS, Calil JÁ, Ferreira LM.

Avaliação clínica e epidemiológica das

úlceras por pressão em pacientes internados no Hospital São Paulo. Rev Assoc Med Bras

[periódico online].2004 [acesso em 06 mar

; 50(2):182-7. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_art

text&pid=S0104-42302004000200036

- Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de

Políticas de Saúde. Departamento de Atenção

Básica. Protocolo de Prevenção e Tratamento

de Feridas. Belo Horizonte: Ministério da

Saúde, 2011.

- Costa MP, Sturtz G, Costa FPP, Ferreira MC,

Barros Filho TEP. Epidemiologia e tratamento das úlceras de pressão: experiência

de 77 casos. Acta Ortop Bras. [periódico

online]. 2005 [acesso em 06 mar 2013];

(3):124-33. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/aob/v13n3/25672.pd

f.

– Simões CEMS, Lemes ACR, Silva ES,

Cardoso PGR, Chagas LR. Úlcera por

pressão: análise de custo. In: Encontro Latino

Americano de Iniciação Científica e Encontro

Latino Americano de Pós-Graduação. Vale do

Paraíba [periódico online]; 2010; [acesso em

abr 2013]. Disponível em:

http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2010/

anais/arquivos/0839_0884_01.pdf

- Medeiros ABF,Lopes CHA,Jorge MSB.

Análise da prevenção e tratamento das úlceras

por pressão propostos por enfermeiros. Rev

Esc Enferm. [periódico online]. 2009. [acesso

em? ]; 43(1). Disponivel em:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S008062

&script=sci_arttext

- Sevegnani PO, Burim SFF, Filus WA. Custo

diretos de curativos em úlcera por pressão:

estudo de caso. Boletim de Enfermagem Ano

I. Paraná, 2007;1:46-65.

- Mesquita SRA, Anselmi ML, Santos CB.

Programa interdisciplinar de internações

domiciliar de Marília – SP. Custo de Recursos

de Materiais Consumidos. Rev Latino-Am

Enfermagem. 2005;13(4):555-61.

- Orso ZRA. Perfil do cuidador informal de

idosos dependentes do município de

Veranópolis – RS. (dissertação de mestrado

online) Porto Alegre: Instituto de Geriatria e

Gerontologia, PUC Rio Grande do Sul;

[acesso em 26 mar 2013]. Disponível

em:

http://repositorio.pucrs.br:8080/dspace/bitstre

am/10923/3594/1/000405286-

Texto%2BCompleto-0.pdf.

- Gonçalves LHT, Alvarez AM, Sena ELS,

Santana LWS, Vicente FR. Perfil da família

cuidadora de idoso doente/fragilizado do

contexto sociocultural de Florianópolis. Texto

contexto enferm. [periódico online]. 2006

[acesso em 26 mar 2013];15(4):570-

Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/tce/v15n4/v15n4a04.

- Silva RCL, Figueiredo NMA, Meireles IB, organizadores. Feridas, fundamentos e

atualizações em enfermagem. São Caetano do

Sul: Yendis, 2007.

- Francisco PMSB, Goldbaum M, Carandina

L, César CLG, Barros MBA, Donalisio MR.

Fatores associados à doença pulmonar em

idosos. Rev Saúde Pública. [periódico online].

[acesso em 15 mar 2013];40(3):428-35.

Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/rsp/v40n3/10.pdf.

- Moro A, Maurici A, Valle JB, Zaclikevis

VR, Kleinubing Junior H. Avaliação dos

pacientes portadores de lesão por pressão

internados em hospital geral. Rev Assoc Med

Bras. [periódico online]. 2007 [acesso em 20

fev 2013];53(4). Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_art

text&pid=S0104-42302007000400013.

- Goulart FM, Ferreira JA, Santos KAA,

Morais VM, Freitas Filho GA. Prevenção de

úlcera por pressão em acamados: uma revisão

de literatura. [publicação online]. 2008;17

[acesso em 27 mar 2013]. Disponível em:

http://www.faculdadeobjetivo.com.br/arquivo

s/PrevencaoDeUlcera.pdf

- Luz SR, Lapacinski AC, Fraga R, Urban CA.

Úlceras de pressão. Geriatria & Gerontologia

[periódico online]. 2010 [acesso em 20 fev

; 4(1):36-43. Disponível

em:http://www.sbgg.org.br/profissionais/arqu

ivo/revista/volume4-numero1/artigo06.pdf.

- Souza R. A saúde da população negra: uma

questão de direito e equidade. Rev Ed Popular

[periódico online]. 2005 [acesso em 01 abr

; 4:94-102 Disponível

em:http://www.seer.ufu.br/index.php/reveduc

pop/article/viewFile/19919/10641

- Baptista, C. M. C.; Castilho, V.

Levantamento do custo direto do

procedimento com bota de Unna em pacientes

com ulcera venosa. Rev Latino Am [periódico

online]. 2006 [acesso em 06 mar 2013]; 14.

Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/rlae/v14n6/pt_v14n6

a17.pdf

Publicado
13-04-2015
Seção
ARTIGOS/ARTICLES