Caracterização espacial dos fluxos comerciais entre as macrorregiões brasileiras com os países signatários do CPTPP

  • Elisangela Gelatti Universidade Federal de Santa Maria
  • Daniel Arruda Coronel Universidade Federal de Santa Maria
  • Angelo Costa Gurgel Fundação Getúlio Vargas
Palavras-chave: Brasil, Exportação, Importação, CPTPP

Resumo

O Acordo Abrangente e Progressivo para a Parceria Transpacífico (CPTPP) é um dos mais recentes e importantes mega acordos de livre comércio de bens e serviços, englobando parcelas significativas do comércio mundial, realizado sobre disposições e medidas capazes de modificar a estrutura mundial de comércio internacional. Assim, este estudo teve como objetivo realizar uma caracterização espacial dos fluxos comerciais entre as macrorregiões brasileiras com os países signatários do CPTPP. Metodologicamente este estudo é de caráter qualitativo, com finalidade analítica-descritiva com dados do MDIC. Os resultados revelam que a formação do CPTPP impactará de maneira direta e indireta o Brasil, visto que, cada macrorregião brasileira atua de forma diferente na dinâmica do comércio internacional, exportando e importando diferentes produtos de bens e serviços para os países signatários, os quais representam importantes parceiros comerciais e influenciam no crescimento de suas economias. Portanto, considerando que o Brasil é um país com um expressivo potencial de crescimento e desenvolvimento econômico no comércio internacional, compreende-se que apenas manter vinculo comercial com os países do CPTPP, o Brasil poderá ficar vulnerável a dinâmica do comércio internacional, correndo riscos de fácil substituição por um país concorrente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisangela Gelatti, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Economia Aplicada, USP/ESALQ. Discente do Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento, UFSM. 

Daniel Arruda Coronel, Universidade Federal de Santa Maria

Docente do Programa de Pós-Graduação de Economia e Desenvolvimento e do Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, UFSM e Bolsista de Produtividade do CNPq.

Angelo Costa Gurgel, Fundação Getúlio Vargas

Docente da Escola de Economia de São Paulo, Coordenador do Mestrado Profissional em Agronegócio, FGV e Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1D do CNPq.

Referências

CORR, C. F. et al. The CPTPP enters into force: what does it mean for global trade? 2019. Disponível em: https://www.whitecase.com/sites/whitecase/files/files/download/publications/the-cptpp-enters-into-force-what-does-it-mean-for-global-trade.pdf. Acesso em: 2 maio 2019.

FILHO, M. A. S. A.; RAIHER, A. P. Exportações por Intensidade Tecnológica dos Estados Brasileiros e sua Importância no Crescimento Econômico. 2018. Análise Econômica, Porto Alegre, v. 36, n. 69, p. 139-171, mar. 2018.

FMI-FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL. Pesquisas Econômicas e Financeiras Mundiais: Banco de Dados do World Economic Outlook. 2019. Disponível em: https://www.imf.org/external/pubs/ft/weo/2019/02/weodata/index.aspx. Acesso em: 2 jan. de 2020.

GHAITH, Z. M. The economic impact of the comprehensive and progressive agreement for Trans-Pacific Partnership on Canadian and Saskatchewan economies: a computable general equilibrium-based analysis. 2019. 252 p. Tese (Doutorado em Filosofia) – Universidade de Saskatchewan, Saskatchewan, Canadá, 2019.

GOVERNO DA NOVA ZELÂNDIA. Comprehensive and progressive agreement for Trans-Pacific Partnership (CPTPP). 2019. Disponível em: . Acesso em: 1º mar. 2019.

GOVERNO DO CANADÁ. Comprehensive and Progressive Agreement for Trans-Pacific Partnership (CPTPP). 2019. Disponível em: https://international.gc.ca/trade-commerce/
trade-agreements-accords-commerciaux/agr-acc/cptppptpgp/index.aspx?lang=eng. Acesso em: 1º mar. 2019.

JANK, M. S.; ZERBINI, A.; N. CLEAVER, I. Competitividade internacional do agronegócio brasileiro, visão estratégica e políticas públicas. 2018. In: RODRIGUES, R. (Org.). Agro é Paz: análises e propostas para o Brasil alimentar o mundo. Piracicaba: ESALQ, 2018, p. 416.

MDIC-MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Exportação e importação. 2019. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/comex-vis. Acesso em: 10 jan. 2020

MIYAZAKI, S. Y. M. A Economia Política da Política Comercial Japonesa: das Propostas de Integração Econômica ao Tratado de Parceria do Pacífico (TPP). 2019. Livre-docência, Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

THOMAS, J. R.; NELSON, J. K. Research methods in physical activity. 1996. 3ª ed. Champaign: Human Kinetics.

THORSTENSEN, V. H.; NOGUEIRA, T. R. S. M. (Org.). Impactos Regulatórios e Econômicos do CPTPP para Brasil e Argentina. 2019. São Paulo: VT Assessoria Consultoria e Treinamento Ltda., 2019. 230 p.

VALE, V. A. Comércio Internacional E Desigualdade De Renda No Brasil: uma análise a partir do setor agrícola. 2018. Tese (Doutor em Economia), Universidade Federal De Juiz De Fora, UFJF, Juiz de Fora – MG.

WTO-WORLD TRADE ORGANIZATION. WORLD TRADE Statistical Review. 2019. Disponível em: https://www.wto.org/english/res_e/statis_e/wts2019_e/wts19_toc_e.htm. Acesso em: 02 de janeiro de 2020.

WTO-WORLD TRADE ORGANIZATION. Notificación de un acuerdo comercial regional acuerdo global y progresivo para la Asociación Transpacífica (CPTPP). In: Comité de Acuerdos Comerciales Regionales Consejo del Comercio de Servicios. 2018b. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2019.


WTO-WORLD TRADE ORGANIZATION. World Trade Statistical Review 2018. 2018a. Disponível em: . Acesso em: 3 nov. 2018.
Publicado
30-11-2021
Como Citar
Gelatti, E., Coronel, D. A., & Gurgel, A. C. (2021). Caracterização espacial dos fluxos comerciais entre as macrorregiões brasileiras com os países signatários do CPTPP. Estudos Internacionais: Revista De relações Internacionais Da PUC Minas, 9(3), 7-32. https://doi.org/10.5752/P.2317-773X.2021v9n3p7-32