TOPONÍMIA, SIMBOLISMO E PODER:

ESTUDO DO NOME DOS MUNICÍPIOS DO NORTE DO RIO GRANDE DO SUL

  • Yuri Potrich Zanatta Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS
  • Nicolas Cortes Granville Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS
  • Fernando Rossetto Gallego Campos Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC e Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS
Palavras-chave: Toponímia crítica, Toponímia extensiva, Geografia Cultural, Geografia Linguística, Espaço

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar diferentes dimensões das toponímias dos 130 municípios do norte do Rio Grande do Sul. Metodologicamente, ele se caracteriza como de toponímia extensiva, pelo escopo e pelas técnicas (geoprocessamento e cartografia), mas também realiza discussões qualitativas. Os topônimos foram classificados por origem: política (44); natural/geográfica (38); indígena (19); religiosa (15) e cultural/econômica (14). Esta classificação foi relacionada a aspectos espaciais, históricos, políticos, culturais, econômicos e simbólicos a partir de discussão qualitativa. Finalmente, verificaram-se padrões da distribuição destes topônimos: espacialmente, estão bem distribuídos, apesar de algumas tendências específicas; historicamente, é possível verificar que a atribuição destes topônimos está relacionada, em alguns períodos, a eventos/tendências históricos/políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yuri Potrich Zanatta, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGGeo-UFFS).

Nicolas Cortes Granville, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Graduação em Geografia - Licenciatura pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Especialista em Ensino de Ciências Humanas (UPF). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal da Fronteira Sul (PPGGeo-UFFS).

Fernando Rossetto Gallego Campos, Instituto Federal de Santa Catarina - IFSC e Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Professor do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) - Câmpus Chapecó e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Doutor em Geografia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Publicado
04-03-2022