Desastres hidrometeorológicos na região Nordeste do Brasil: distribuição espaço-temporal dos reconhecimentos de Estado de Calamidade Pública

  • Marcelo Oliveira Moura UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Camila Cunico Universidade Federal da Paraíba
  • Ranyére Silva Nóbrega Universidade Federal de Pernambuco
  • Cristiana Coutinho Duarte Universidade de Pernambuco

Resumo

Nesse trabalho apresenta-se uma análise das ocorrências de desastres naturais de ordem hidrológica e meteorológica por estado da Federação e por municípios que integram a região Nordeste do Brasil. Na análise foram considerados aqueles desastres oficialmente reconhecidos por decretos de Estado de Calamidade Pública – ECP entre os anos de 2003 a 2015. As informações sobre as ocorrências dos desastres foram levantadas na página do site do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil – SINPDEC do Ministério da Integração Nacional. O Nordeste é a região do país com maior número de desastres naturais reconhecidos por decretos de ECP. Os reconhecimentos por decretos de ECP na região são vinculados a desastres de ordem climática (estiagem e seca) e hidrometeorológica (inundações graduais, enxurradas e chuvas intensas). Um total de 111 ocorrências de desastres hidrometeorológicos foi registrado, esse número corresponde a 43,7% das 254 ocorrências de desastres naturais reconhecidos por ECP na região. Quanto ao tipo de desastre hidrometeorológico, constatou-se uma maior frequência de enxurradas ou inundações bruscas. Esse tipo de desastre foi mais frequente nos municípios situados na Zona da Mata dos estados de Pernambuco e Alagoas. Esses municípios, em sua maioria, se localizam nos vales dos rios Una e Mundaú, regiões geográficas que historicamente, mais por conta da cultura canavieira, denunciam na forma de desastres naturais a vulnerabilidade socioambiental de seus territórios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Oliveira Moura, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
Dr em Geografia
Camila Cunico, Universidade Federal da Paraíba
Dra em Geografia e profa. adjunta da UFPB
Ranyére Silva Nóbrega, Universidade Federal de Pernambuco
Dr em Meteorologia
Cristiana Coutinho Duarte, Universidade de Pernambuco
Dra em geografia
Publicado
07-12-2016
Seção
ARTIGOS